Vereador luso-americano acusa Mayor de Fall River de o ter ameaçado com uma pistola

    788

    Flanagan

    O vereador Jasiel Correia II, de Fall River acusa o Mayor, também luso-americano Will Flanagan de o ter tentado intimidar usando para o efeito uma arma de fogo.

    O caso está a fazer correr rios de tinta em Massachusetts, não obstante Flanagan desminta o vereador. A razão do diferendo prende-se ao facto de Jasiel ter assinado uma petição pública que pede a exoneração do Mayor.

    De acordo com Correia, no dia 14 de Agosto Flanagan deixou uma mensagem no telefone de Jasiel pedindo-lhe que se reunissem. Correia concordou num encontro no exterior do Bar Boondocks.

    Quando chegou, Correia confirma que o carro de Flanagan estava estacionado à porta do referido Bar e que entrou no veículo onde se encontrava outro indivíduo que não conseguiu identificar. No entanto há testemunhas que identificam o homem como o empresário Tommy Gosselin.

    Correia diz que Flanagan conduziu o seu carro por várias artérias ao mesmo tempo que expressava a sua decepção por Correia ter assinado a petição de exoneração de Flanagan acusando Jordan Silva de ter intimidado ao autores da mesma.

    Correia negou ter sido intimidado por Silvia ou qualquer membro ou grupo.

    Silvia é um ex-policia que foi preso há alguns anos acusado da posse de armas proibidas e está em liberdade condicional.

    A dada altura Flanagan teria referido a Correia que “as ruas são perigosas”, após o que Flanagan apontou para uma arma que trazia consigo afirmando: Nunca saio de casa sem ela.”

    Flanagan admitiu ter-se reunido com Correia naquela noite, mas negou intimidar e ameaçar Correia.

    Flanagan disse que tinha uma arma mas que apenas a mostrou nem a tendo apontado a Correia tendo-o aconselhado a obter uma arma para se proteger oferecendo-se para escrever uma carta para que Correia tivesse acesso a uma licença de uso e porte de arma.

    Durante o incidente, que supostamente durou cerca de uma hora e um quarto, outro vereador, Paulo Da Silva apareceu e entrou veículo do Mayor, de acordo com Correia.

    “Basicamente, eu senti que o Mayor estava a usar tácticas de intimidação”, disse Correia.

    O caso está a ser investigado pelo Ministério Público e decerto Flanagan será penalizado com promessa de mais episódios nesta telenovela política.