EUA | Sobe para 4 número de congressistas luso-americanos

493

Com a histórica vitória de ontem da luso-descendente Lori Loureiro Trahan, sobe para 4 o número de congressistas de origem portuguesa com assento na importante Câmara dos Representantes em Washington, DC. É mesmo a maior representação de sempre de legisladores a nível federal saídos de comunidades portuguesas.

Trahan, para além de se ter tornado esta terça-feira a primeira mulher congressista com sangue português do lado paterno e materno de que há notícia, é de igual forma o primeiro membro luso-americano do Congresso que não é eleito pela Califórnia.

Das eleições intercalares de ontem também saíram reeleitos o democrata Jim Costa e os republicanos Devin Nunes e David Valadão, que representam todos distritos com tradições históricas portuguesas, onde estão enraizadas sobretudo comunidades lusas rurais com vínculos predominantemente ligados ao arquipélago dos Açores.

Vale sublinhar que, com a reconquista da maioria pelo partido democrata, o congressista Devin Nunes perdeu o posto de presidente do comité judicial no Congresso – que fazia dele um dos legisladores mais influentes do país.

Lembre-se que, na Câmara Alta do Congresso – o Senado, existe um senador federal de origem portuguesa, o republicano Pat Andrade Toomey, da Pensilvânia.

• Para mais pormenores, ASSINE a edição online. Ou compre a edição impressa de 6ª feira, 9 de Novembro de 2018.