Washington aprovou 1.7 biliões para limpeza do rio Passaic

    1028

    RIVERFRONT 4

    Na passada sexta feira decorreu nas margens do Rio Passaic uma conferência de imprensa na qual foi anunciado o projecto de limpeza do Rio Passaic entre a cidade de Belleville e a cidade de Newark, orçado em 1.7 biliões de dólares. O projeto terá apoio federal e será também apoiado pelas empresas que contribuíram para o alto teor de poluição do rio.

    O projecto prevê a remoção de resíduos tóxicos do rio, cerca de 4 milhões de jardas, suficientes para encher o estádio Metlife e que resultaram de mais de uma década de constante actividade industrial na área.

    Na cerimónia de apresentação marcaram presença vários individualidades, entre os quais o administrador regional da agência de protecção ambiental (EPA) Judith Enck, senadores Cory Booker e Menendez, congressistas Bill Pascrell e Donald Payne, presidente da autarquia Luís Quintana e do vereador Augusto Amador entre outros.

    Segundo Judith Enck este projecto “foi minuciosamente estudado por 25 anos e permite responsabilizar aqueles que drasticamente e negativamente prejudicaram o rio e as populações limítrofes”.

    A EPA comprometeu-se a dialogar com as populações afectadas de modo a que o plano de reabilitação e limpeza seja correctamente delineado, mas “queremos iniciar esta reabilitação o quanto antes”, referiu ainda Judith Enck.

    Luís Quintana referiu que “este projecto de limpeza será fundamental para a revitalização do Passaic e também para a cidade de Newark”.

    Para Augusto Amador, “esta noticia é extremamente importante para a cidade de Newark e o bairro do Ironbound, pois permitirá que o Rio depois da sua limpeza seja usado como veiculo de desenvolvimento económico ao mesmo tempo que a zona ribeirinha é reabilitada”.