Venda do Hospital de Saint Michael´s poderá ser adiada até 2015

    1018

    St Micahelks

    O Departamento de Saúde do estado de New Jersey poderá demorar um ano antes de decidir se vai ou não aprovar a venda do Saint Michael´s Medical Center, em Newark, a uma empresa com fins lucrativos, da Califórnia, de acordo com um alto executivo da empresa que administra o hospital.

    O atraso, segundo esta fonte, pode prejudicar o negócio.

    O Serviço de Saúde Prime propôs pela primeira vez a compra do hospital há 15 meses, ainda que o Departamento de Saúde e a Procuradoria estejam a avaliar se a venda é no melhor interesse do público.

    Joyce Persichilli, presidente emérito da Catholic Health East perante cerca de 100 executivos dos cuidados de saúde numa conferência para discutir o futuro da assistência hospitalar, em Nova Jersey, disse ser necessário obter do Departamento de Saúde um “certificado de necessidade,” o qual poderá demorar um ano a conseguir.

    O estado irá de contratar um consultor para fazer essa avaliação de “recursos de saúde em Newark.” e espera adjudicar o contrato em Novembro, segundo Persichilli em entrevista após a referida conferência.

    Quando lhe perguntaram se estava preocupada em virtude do atraso poder comprometer o negócio a executiva disse: “Muito preocupada.”

    A última oferta feita pelo Saint Michael´s Medical Center é de 22 milhões de dólares, menos do que a oferta inicial em Janeiro de 2013 depois de uma auditoria, O hospital tem um défice de 29,5 milhões de dólares em relação a 2012.

    A conferência, realizada pelo Instituto de Qualidade da Assistência à Saúde de New Jersey, no Trenton Country Club tocou o futuro dos hospitais na era da Affordable Care Act, que exige que a indústria reduza a sua dependência dos cuidados em regime de internamento. A tendência de serem alterados muitas intervenções para centros de cirurgia ambulatória veio causar alguma oposição.