UNION, NJ | Muito bem participada a angariação de fundos para a Fundação CUREPSP

    1156

    Joao CravoJoão Cravo, 64 anos de idade, residiu em Newark durante muitos anos. Após a sua aposentação como trabalhador da construção civil, passou a dividir o seu tempo com a esposa, Rosa, entre Newark e S. Jacinto, Aveiro.

    No último mês de Fevereiro notou que algo estranho se passava consigo, o diagnóstico médico em Portugal tirou as dúvidas: doença do foro parkinsoniano. Um novo exame nos Estados Unidos foi mais além: Paralisia Progressiva Supranuclear (PSP), uma doença rara que afecta 5-6 pessoas em cada 100 mil para a qual não há cura.

    • Para mais pormenores, ASSINE a edição online. Ou compre a edição impressa de 6ª feira, 22 de Maio de 2015.