Uma viagem pelo património que nos tornou o que somos

    1560

    Embora as comemorações em Newark do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas se tenham iniciado no passado dia 21 de Maio com uma noite musical e prolongado nos dias seguintes com várias outras actividades, é no próximo domingo que o programa tem o ponto alto com a tradicional parada, acontecimento que atrai ao bairro do Ironbound alguns milhares de portugueses provenientes de todo o Estado de Nova Jersey e estados vizinhos.

    Como vem sendo habitual, o jornal Luso-Americano associa-se à ocasião publicando um suplemento especialmente concebido para a ocasião e de certa maneira alusivo à data, que este ano tem por título Belezas de Portugal, onde se falará, de forma resumida, do que há de mais emblemático e valioso no património do nosso país, que para além da beleza que por si só merece ser visitado conta a história de todos nós.

    Não foi fácil a tarefa de escolher o que deveríamos incluir e deixar de fora, já que não chegaria uma edição inteira do nosso jornal só para falar do que é mais importante e merecedor de visita, quer em Portugal continental, quer nas ilhas.

    Procurámos, contudo, evitar algumas das mais óbvias (e por isso praticamente conhecidos de todos), como os casos do santuário de Fátima, da Torre de Belém, da estátua ao Cristo Rei, da Torre dos Clérigos, do Oceanário e o Centro Cultural de Belém.

    Como sempre acontece, este suplemento não seria possível sem a colaboração dos nossos anunciantes, leitores e colaboradores, a quem agradecemos e desejamos um bom Dia de Portugal em Newark.