Supremo Tribunal mantém condenação a Queiroz

2193

Carlos Queiroz

O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) manteve a condenação a Carlos Queiroz, actual seleccionador do Irão, no pagamento do agenciamento realizado pelo empresário de origem iraquiana Salem Jawad junto da federação de futebol dos Emirados Árabes Unidos.

A informação consta no mapa de decisões da 1.ª Secção do STJ, cuja reunião se realizou na passada quinta-feira, em que se lê que a pretensão de revisão de pena interposta por Carlos Queiroz foi “negada”.

Carlos Queiroz recorreu para o STJ depois de o Tribunal da Relação ter mantido a pena de pagamento ao agente FIFA e anulado a condenação por litigância de má fé, imposta pelo Tribunal Judicial de Oeiras, no valor de 25 mil euros.

No acórdão de 31 de Janeiro de 2013, o Tribunal da Relação de Lisboa confirmou a decisão de primeira instância no que se refere ao pagamento a Salem Jawad de 56.250 dólares (cerca de 41 mil euros).

A este valor acrescerá os juros vencidos e vincendos desde 7 de Outubro de 1999 até ao integral pagamento, pelo que o montante da comissão que Carlos Queiroz terá de pagar a Salem Jawad ascende a 120 mil euros.