Suplemento integrado nas comemorações do DIA DE PORTUGAL EM NEWARK | ARTESANATO tradicional PORTUGUÊS

    3349

    Excluindo a gastronomia, que em certos casos também poderia integrar o que se designa por artesanato, e alguns produtos manufacturados menos conhecidos, bem como o artesanato mais urbano, este suplemento pretende ser uma modesta viagem ao artesanato tradicional português.

    A latoaria, a filigrana, os bordados da Madeira, a cestaria, a arte de confeccionar os tamancos e as croças, a azulejaria, a tanoaria, uma breve história da guitarra portuguesa, a tradição do adufe, os barros pretos de Bisalhães, os tapetes de Arraiolos, e, claro, o incontornável galo de Barcelos, são os temas abordados por este caderno que o Luso-Americano decidiu publicar por ocasião das comemorações em Newark do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portugueses, que arrancaram no passado dia 28 de Maio com um Jantar de Gala e culminam no próximo domingo com a tradicional parada na Ferry Street, por estes dias também conhecida por Avenida de Portugal, logo seguida por um festival musical.

    O artesanato português tem uma forte ligação à cultura popular e é muito característico das zonas rurais, onde as tradições ainda permanecem vivas e vão sendo, essencialmente, transmitidas de forma oral, de geração em geração.

    O grande desafio dos tempos modernos passa agora por um «equilíbrio entre tradição, cultura e inovação», como dizem as autoridades, bem como pela criação de «emprego no sector», através da profissionalização de algumas actividades.

    Por razões de espaço, os temas aqui tratados são, naturalmente, abordados de forma ligeira, mas mesmo assim de modo a que fique um retrato do que Portugal tem de melhor em termos de artesanato tradicional português.

    Como compreenderão, este suplemento só foi possível graças à colaboração preciosa dos nossos anunciantes, a quem agradecemos e desde já desejamos, bem como aos leitores e colaboradores em geral, um bom Dia de Portugal.

    • Para mais pormenores, ASSINE a edição online. Ou compre a edição impressa de 6ª feira, 12 de Junho de 2015.