Sporting invoca justa causa para despedir Marco Silva

    862
    Marco Silva

    Marco Silva

    O Sporting anunciou hoje, em comunicado, que vai rescindir o contrato com o treinador da equipa de futebol Marco Silva, invocando justa causa.
    “O Conselho de Administração da Sporting Clube de Portugal, Futebol – SAD, informa que foi accionado o processo de rescisão do contrato de trabalho com o treinador Marco Silva invocando justa causa”, lê-se no documento.
    De acordo com os ‘leões’, “foram dadas indicações expressas aos órgãos competentes para de imediato desenvolverem os necessários procedimentos, tendo hoje, Marco Silva sido informado desta decisão com efeitos imediatos”.
    Em comunicado enviado à Comissão do Mercado dos Valores Mobiliários (CMVM), o Sporting complementa a informação dizendo que não foi possível chegar a acordo para a rescisão de contrato com o treinador.
    Este comunicado do Sporting surge um dia depois de ter sido noticiada a contratação de Jorge Jesus, treinador bicampeão pelo do Benfica, pelos ‘leões’, uma informação que não foi ainda oficializada.
    Já hoje, o diretor de comunicação do Benfica, João Gabriel, assumiu a saída do treinador Jorge Jesus e a sua mudança para o Sporting, através da sua conta no Twitter, criticando a “ingratidão” do técnico bicampeão nacional de futebol.
    Depois de dois anos em que conduziu o Estoril-Praia às competições europeias, Marco Silva chegou no início da temporada ao Sporting para substituir Leonardo Jardim, que se tinha transferido para o Mónaco.
    Na sua primeira época num ‘grande’, Marco Silva, de 37 anos, alcançou o terceiro lugar no campeonato, apurando-se para o ‘play-off’ da Liga dos Campeões, e conquistou a Taça de Portugal, pondo fim a um jejum de sete anos sem títulos.
    Contudo, ao longo da temporada foram sendo noticiadas desavenças e o crescente distanciamento entre o treinador e o presidente do clube, Bruno de Carvalho.