Registados este ano 2.650 crimes de fogo florestal e detidas 37 pessoas

152

 

O Ministério da Administração Interna (MAI) revelou esta semana que foram registados 2.650 crimes de incêndio florestal, desde o início do ano e até 23 de Junho, o que resultou em 37 detenções e na identificação de 304 pessoas.

Relativamente à fiscalização da limpeza de terrenos, entre 1 de Abril e 23 de Junho, a Guarda Nacional Republicana (GNR) procedeu à elaboração de “cerca de 2.900 autos de contra-ordenação devido à falta de gestão de combustível”, avançou o MAI.

• Para mais pormenores, ASSINE a edição online. Ou compre a edição impressa de 6ª feira, 5 de Julho de 2019.