RAS BARAKA coloca em risco realização das comemorações do Dia de Portugal em Newark

    917

    Dia de Portugal

    As novas diretrizes implementadas pela nova administração da cidade de Newark liderada pelo mayor Ras Baraka podem colocar em risco a realização do dia de Portugal 2015.

    Fernando Grilo presidente da União dos Clubes Luso Americanos de New Jersey (UCLANJ) e também presidente da comissão do dia de Portugal referiu ao Luso-Americano, “ tivemos uma reunião com a administração que nos informou que teremos que entregar na cidade um plano e orçamento para a realização do dia de Portugal 2015 até ao dia 15 de Dezembro e que metade das despesas descritas devem ser pagas até ao dia 31 de Dezembro do corrente”, concluindo, “perante estes factos vamos sentir bastantes dificuldades e somente com uma colaboração efectiva dos comerciantes e da cidade o dia de Portugal 2015 poderá ser uma realidade”.

    Fernando Grilo referiu depois, “durante os três dias de festejos do dia de Portugal, movimentam-se praticamente dois milhões de dólares nesta área, a cidade tem que ter em conta este facto, pois é visitada por milhares de pessoas que gastam o seu dinheiro e criam receitas”.

    Sobre o dia de Portugal 2014, Grilo referiu, ”ainda não recebemos a factura de despesas vinda da cidade, mas esperamos ter despesas na ordem dos 112 mil dólares tal como em 2013 ”adiantando, “os custos mantiveram-se mas diminuímos despesas com entretenimento, ficamos muito satisfeito como tudo decorreu, os festejos foram um sucesso, mas muito tristes pela falta de participação e colaboração dos responsáveis da selecção portuguesa que visitaram New Jersey em preparação para o campeonato do Mundo. Foi lamentável que a federação nunca tivesse dado uma resposta as nossas pretensões de ter um ou dois representantes na nossa parada, a selecção não fez nada para cativar os imigrantes portugueses nesta área”.

    Sobre questões de segurança Grilo referiu, “uma vez mais não tivemos qualquer problema, desde que organizamos o Dia de Portugal que temos uma folha limpa, a cidade sabe que os desacatos aconteceram em locais privados.

    Os responsáveis desse local são pessoas inteligentes e estão preocupados com a situação e tenho a certeza que resolverão esse problema de modo a que o dia de Portugal possa continuar a ser uma festa única”.

    A situação económica da cidade de Newark foi determinante perante o tomar de decisão da autarquia, o Luso-Americano sabe que outras comunidades como por exemplo a Brasileira já foram afectadas por esta medida. Perante este facto e devido também a realidade económica subjacente a realização do evento a realização do Dia de Portugal 2015 depende cada vez mais da vontade dos líderes da autarquia e dos possíveis apoios dos comerciantes locais, sem esse apoio as maiores comemorações de Portugalidade podem ser uma….miragem.