Presença portuguesa em Tulare, Califórnia

    1032

     

    tulare-torrejpg

    Em Fevereiro de 1911, estava a República Portuguesa a dar os primeiros passos quando o meu avô materno, Manuel Ferreira Lourenço, chegou à cidade de Tulare, onde viveu durante 18 anos. Deixou o seu Cabo da Praia, com apenas 17 anos de idade para, como tantos outros conterrâneos, tentar encontrar fortuna numa Califórnia, que na época era mesmo, como escreveu o poeta Pedro da Silveira, uma Califórnia perdida de abundâncias. Nove anos mais tarde, casou com Angélica Costa, que acabara de chegar à América, também emigrante desta ilha, da freguesia de Santa Barbara.