Pinto da Costa irritado com André Villas-Boas

1726

André Villas-Boas

Pinto da Costa não gostou de ver André Villas-Boas ‘desviar’ Will Coort do FC Porto, com o anúncio da saída do treinador de guarda-redes dos dragões para o Zenit.

Em declarações ao Porto Canal, o presidente do FC Porto expressou o seu desagrado com a postura do antigo técnico do clube.

“Fiquei um pouco triste, porque entendo que todas as coisas podem ser feitas com determinados princípios e não esperava que Villas-Boas fosse falar com um profissional nosso sem antes ter uma palavra com alguém do FC Porto”, disse Pinto da Costa.

“Foi surpreendente, porque o Wil Coort esteve no domingo com a equipa em Alvalade e na segunda-feira comunicou ao nosso director-geral, Antero Henrique, que queria ir embora, porque tinha um convite para ir para o Zenit. Na terça-feira telefonei a Villas-Boas perguntando se era verdade. Ele respondeu que tinha falado directamente com Wil Coort para integrar a equipa técnica que ia para o Zenit. Não nos deu qualquer satisfação, porque entendeu que não o devia fazer e a partir daí fiquei a conhecer a realidade”, explicou, sem esconder a sua irritação.

Pinto da Costa revelou ainda que Will Coort, que estava na Invicta desde 2005, ano em que chegou integrado na equipa técnica de Co Adriaanse, limitou-se a indemnizar o clube e já se prepara para acompanhar André Villas-Boas para São Petersburgo.

“Pagou-nos a indemnização devida pela rescisão unilateral do contrato, ao abrigo da lei, e deixou o FC Porto”, sentenciou.

A equipa técnica de Luís Castro já substituiu o holandês, com a ‘promoção’ de Daniel Correia.