PERTH AMBOY, NJ | ‘Milagre’ cumprido na festa de Nossa Senhora dos Mártires

    1131

    Amboy 9

    Decorreu no ultimo fim-de-semana, sábado e domingo, a festa em honra de Nossa Senhora dos Mártires, em Perth Amboy, evento que pelo 26º ano consecutivo atrai a esta cidade não só os fiéis seguidores desta padroeira como também quantos aproveitam estes festejos para ponto de encontro com amigos e familiares.

    As condições atmosféricas estiveram favoráveis, e nem sequer faltou a repetição do “milagre” que é a essência para tanta devoção: choveu no final da tarde de sábado, como a rogo da população aconteceu há mais de quatro séculos com o aparecimento da imagem desta padroeira na Serra do Bouro, Caldas da Rainha, o que é um bom presságio para o ano agrícola.

    A exemplo do que é habitual, os festejos deste ano voltaram a concretizarem-se em dois segmentos, social e religioso. Na tarde de sábado as actividades começaram ao meio-dia com serviço de cozinha, bar e música gravada. Após a Missa celebrada a meio da tarde foi aberto o arraial com a actuação do conjunto Eurosound, e mais tarde actuaram o Rancho Folclórico da Casa do Minho, e o grupo de bombos Os Rouxinóis, da mesma colectividade, e de novo a actuação do conjunto musical até à meia-noite, quando terminaram as actividades de sábado.

    As celebrações de domingo foram iniciadas com a celebração da Missa Solene, à qual se seguiu a procissão que percorreu o trajecto na periferia da Igreja com acompanhamento da Banda de Nossa Senhora de Fátima e um bom número de participantes. Seguiu-se o concerto pela referida banda, e mais tarde iniciou a sua actuação musical o Duo Enigma Sound. O Rancho Folclórico da Casa dos Arcos deliciou a assistência com uma boa actuação.

    Embora esta festa tivesse decorrido dentro dos moldes tradicionais nos aspectos social e religioso, ficou por concretizar um dos mais importantes actos que tradicionalmente acontece antes do encerramento da mesma. Trata-se da cerimónia da “Entrega da Ban-deira”, a passagem de testemunho à nova comissão que desta vez não foi constituída. Nestas condições a comissão cessante tem obrigação de se manter em funções, mas a continuidade da festa está ameaçada.