Paulo Bento não corre riscos e deixa Ronaldo e Pepe de fora frente à Grécia

    910

    Paulo Bento1

    A selecção portuguesa de futebol deverá apresentar um “onze” muito diferente do habitual no particular com a Grécia, admitiu hoje Paulo Bento, que confirmou as ausências de Cristiano Ronaldo e Pepe no jogo de sábado, no Estádio Nacional.

    O seleccionador nacional assinalou que não está disposto a correr “riscos nenhuns” no processo de recuperação de Cristiano Ronaldo, rejeitando estabelecer qualquer prazo para o regresso do avançado aos treinos, e já equaciona “todos os cenários” para o arranque do Mundial2014.

    “Não temos prazos. Em primeiro lugar está a saúde e o bem-estar do jogador. Não iremos estipular um prazo para que volte a competir. Há que deixar, quer o Ronaldo, quer os outros jogadores que estão com condicionalismos, tranquilos, para recuperarem da melhor maneira possível e não haver riscos nenhuns”, observou o técnico.

    Paulo Bento recordou que o capitão da equipa lusa se apresentou na quinta-feira no estágio de preparação para a fase final do Campeonato do Mundo com queixas de dores musculares na coxa esquerda, mas advertiu que o caso de Cristiano Ronaldo não é o único jogador com problemas físicos.

    “Na minha cabeça devem estar todos os cenários. O que não farei é colocar qualquer tipo de pressão em qualquer jogador para competir sem estar em condições”, assegurou o seleccionador em conferência de imprensa no hotel onde a comitiva lusa está instalada, em Praia d’El Rey, Óbidos.

    O treinador comentava a possibilidade de Cristiano Ronaldo falhar o jogo de estreia, com a Alemanha, a 16 de Junho, pois o encontro com uma das maiores favoritas à conquista do título “é importante, mas não é o único” que Portugal disputará no grupo G, no qual medirá também forças com os Estados Unidos e o Gana.

    “Queremos chegar ao dia 16 e ter todos os jogadores em condições para poder competir. Não tendo essa garantia, há uma coisa que temos de fazer: competir com aqueles que temos”, alertou Paulo Bento, que deixou a certeza para o confronto com a Grécia: “Ronaldo estará connosco amanhã [sábado], mas não competirá”.

    A presença de Javier Santamaria no estágio da equipa lusa, visa, segundo Paulo Bento, auxiliar na recuperação dos futebolistas com problemas físicos, observando que o fisioterapeuta do Real Madrid vem “trabalhar na selecção nacional e não com qualquer jogador em particular”.

    Pepe, que, ao contrário do melhor futebolista mundial de 2013, trabalhou sem limitações desde que se apresentou no estágio, na quinta-feira, também é ausência confirmada para a partida com a selecção helénica, no qual as mexidas podem não e resumir aos jogadores utilizados.

    O treinador pretende “testar alternativas”, porque a selecção nacional “não está livre de ficar sem jogadores que são habituais titulares de durante a competição”, mas também novas soluções tácticas, as quais poderão ser aplicadas “logo desde o início ou no decorrer do jogo”.

    Paulo Bento reafirmou o objectivo inicial de conquistar o apuramento para os oitavos de final do Mundial2014, assinalando que apesar de Portugal ter nas suas fileiras o melhor jogador do Mundo não está obrigado a ser campeão, pois também já teve Eusébio e Luís Figo e nunca o conseguiu.

    Depois de ter passado quase a totalidade da conferência de imprensa a falar das lesões dos jogadores portugueses, Paulo Bento foi questionado sobre a realidade idêntica da Alemanha, mas considerou isso não impedirá os germânicos de se apresentarem com uma equipa “extremamente forte e competitiva”.

    Portugal integra o grupo G do Mundial2014, em conjunto com a Alemanha, frente à qual se vai estrear, a 16 de Junho, em Salvador, os Estados Unidos, que defrontará a 22, em Manaus, e o Gana, último adversário na primeira fase de prova, a 26, em Brasília.