Os candidatos de Baraka

    1031

    baraka candidatos

    As eleições autárquicas em Newark realizam-se no dia 13 de Maio. A pouco menos de dois meses, as diferentes candidaturas lançam cartadas decisivas para cativar o eleitorado e assim atingir os objectivos propostos.

    Se na disputa para a câmara a luta está cingida a dois candidatos, Ras Baraka e Shavar Jeffries, no bairro leste Augusto Amador o vereador incumbente, no cargo há 16 anos enfrenta agora 4 candidatos onde impera um misto de experiência e juventude, que colocam estas eleições num prisma nunca antes observado e que por certo farão correr muita tinta nos próximos 54 dias de campanha.

    Augusto Amador apoiou expressamente Shavar Jeffries, referindo, ser “o único candidato com ideias sólidas para a cidade.”

    No passado sábado Ras Baraka teve a seu lado os 4 candidatos que desafiam Amador, elucidativo uma vez que o candidato decidiu não apresentar um nome no bairro.

    Sobre esse facto, Baraka afirmou: “vejo muita qualidade nos candidatos e vejo muita vontade de apresentar trabalho. Newark vive momentos decisivos e estes candidatos apresentam ideias, e querem que esta área seja ouvida de modo diferente, para mim é um orgulho ter aqui reunidos quatro pessoas de valor que querem fazer história na cidade e no Ironbound”.

    O jornal Luso-Americano falou com os candidatos e todos, com a excepção de Jonathan Seabra, expressaram o seu apoio a Baraka.

    Jonathan Seabra disse que neste momento continua neutro. “Brevemente irei anunciar qual o candidato que apoio”, mas a presença ao lado de Baraka poderá ser um indício de clara sintonia com o candidato, a não ser que nova jogada política esteja nas entrelinhas. Uma divisão de votos no campo oposto pode ser estratégia.

    Luís Correia referiu, “Ras é o candidato certo porque tem estado ao lado da comunidade nos problemas que nos afectam, tem um plano que faz sentido para esta cidade. Quero ainda lembrar que ele votou contra os despedimentos da polícia em 2010 e tem estado na linha da frente na problemática da educação”.

    Jimmy Perillo, adiantou: “Newark tem que regressar aos tempos em que as pessoas se sentiam bem, aos tempos em que a cidade era governada pelos residentes desta cidade não pelos interesses de terceiros, Ras Baraka é o único candidato que pode devolver essa dinâmica à cidade”.

    Omar Nieves, por seu lado disse: “quero desde já adiantar que Shavar é um amigo que tem muito para oferecer a esta cidade. Mas Newark vive momentos de decisões, lembro o orçamento e questões relacionadas com o crime e uma possível intervenção estatal, por isso mesmo necessita de um presidente da câmara com experiência, que conhece os meandros da cidade e Ras Baraka é o candidato. Não existe espaço para um processo de aprendizagem, o novo mayor tem que começar imediatamente a apresentar trabalho”.

    Uma possível vitória de Amador sem maioria absoluta pode levar a uma segunda volta e, se for o caso, Baraka tenciona concentrar apoios no candidato oposto. Se Baraka ganhar a corrida à Broad Street esse apoio pode ser decisivo.

    Depois de ter defrontado Vieira, Lavin, Linhares e Pantoliano, Amador enfrenta agora quatro candidatos, sabendo de antemão que com a divisão de votos as contas podem ser feitas de modo diferente.

    A febre eleitoral prepara-se para entrar no auge e por certo os próximos 55 dias trarão muitas histórias que marcarão as eleições de 2014 como uma das mais concorridas eleições no coração da comunidade portuguesa no Ironbound.