NOVA IORQUE | Arranca em Setembro Festival de Lusofonia

    909

     

    webfestivalO World Music Institute, com sede em Manhattan, promove este ano um Festival de Lusofonia com a participação de artistas de Portugal, Brasil, Angola, Cabo Verde e Moçambique. A iniciativa enquadra-se nas comemorações do 30.º aniversário daquela entidade, uma organização sem fins lucrativos que se dedica à promoção da música e dança menos comerciais de todo o mundo nos EUA.

    A programação do WMI para 2015-2016 começa com o Festival de Lusofonia, quatro noites dedicadas à música e ritmos na língua de Camões.

    Entre as atracções que traz a Nova Iorque, está o fadista lisboeta Lula Pena, que sobe dia 16 de Setembro (4ª feira) ao palco do espaço Drom NYC (85 Avenue A). O artista, aclamado por Caetano Veloso, mistura àquele género tradicional português a música francesa, a morna de Cabo Verde e a Bossa Nova.

    No dia 17, a brasileira Ana Carolina vai ao Town Hall (123 West 43rd Street), onde o seu concerto começa às 8:00 da noite. A intérprete conseguiu, com o seu álbum de estreia, ganhar um Grammy latino, sendo hoje um dos nomes de peso da chamada Musica Popular Brasileira (MPB).

    A abrir a noite de Ana Carolina, estará a cantora cabo-verdiana Fantcha, protegida de Cesária Évora, e conhecida pela forma como mistura as coladeras a outras influências lusófonas.

    No dia 15 de Setembro, o grupo brasileiro ‘Os Mutantes’ dará um espectáculo no espaço Le Poisson Rouge (158 Bleecker Street); são considerados os pioneiros da música avant-garde do Brasil.

    A 18 de Setembro, também no Drom NYC, será a vez de Ricardo Lemvo & Makina Loca, com ritmos angolanos e de África. A noite inclui ainda uma das mais consagradas vozes da música moçambicana da actualidade, Isabel Novella, com o seu estilo original marrabenta-bossa.

    Para mais informações, vá a www.worldmusicinstitute.org .