NOVA IORQUE | 10 de Junho assinalado em Manhattan sob o signo do Mar

    1320

     

    lusoDuas centenas de pessoas estiveram 4ª feira na recepção que marcou em Manhattan a passagem do 10 de Junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades. A iniciativa, alavancada pelo Consulado-Geral de Portugal em Nova Iorque, chefiado pela diplomada Manuela Bairos, contou ainda com a colaboração do Turismo de Portugal, Portugal-US Chamber of Commerce, Secretaria de Estado do Mar e da Secretaria de Estado Regional do Mar dos Açores.

    O Blue Day of Portugal em Nova Iorque aconteceu no topo da Chelsea Arts Tower na sequência da Blue Week de Lisboa, prestigiado pelo Secretário de Estado do Mar, Manuel Pinto de Abreu.
    Entre as figuras presentes, encontravam-se ainda o representante permanente de Portugal junto da ONU, Álvaro José de Mendonça e Moura, a deputada Maria João Ávila, o cônsul de Angola em Nova Iorque, Adão Pinto, o vice-‘mayor’ de Mineola Paul Pereira, Donzelina Barroso, presidente da Portugal-US Chamber of Commerce, o vice-presidente executivo e CEO do Jewish Community Relations Council da cidade de Nova Iorque, Michael S. Miller e o director-executivo da American Sephardic Federation Jason Guberman.
    Entre os líderes associativos, destaque para a presença do advogado António Castro, presidente da Associação Cívica Portuguesa do Estado de Nova Iorque, Gabriel Marques, presidente da New York Portuguese-American Leadership Conference, Rosa Leal, presidente do grupo benemérito ‘Daughters of Portugal’, Fernanda Martins Forman, presidente do Long Island Portuguese Lions Club, Cristina Marques, presidente do Portuguese-American Community Center de Yonkers, José Manuel Pinto, presidente do Portuguese-American Cultural Center de Tarrytown, e Benvinda Santos, directora da Escola Antero de Figueiredo no PACS de Farmingville.
    O comité organizador do Blue Day of Portugal in New York inclui Ana Coubronne (presidente), Donzelina Barroso, Enca Melo, Germana Panarra, Manuela Bairos, Teresa Meirelles e Rui Boavista Marques.
    Em declarações prestadas ao jornal LUSO-AMERICANO, a cônsul-geral Manuela Bairos, que conduziu as cerimónias, agradeceu “a forma como ao longo destes quase seis meses” tem sido acolhida pelas comunidades lusas do ‘Estado Império’. “O cônsul era por ventura uma realidade muito esperada e nota-se nas comunidades a maneira como é recebido o representante de Portugal, tem sido extraordinário”, sublinha.
    Manuela Bairos refere “a dedicação inexcedível com que têm sido organizados os vários eventos ligados ao Dia de Portugal” no estado de Nova Iorque e nota que a recepção do 10 de Junho em Manhattan foi uma oportunidade para juntar portugueses, norte-americanos e outros amigos de Portugal em redor da data. “O facto de as pessoas terem correspondido foi muito animador”, reconhece.
    A consul-geral está convicta de que a ‘Agenda Azul’ pode igualmente “ser tratada a nível bilateral, nas relações com os EUA”.
    A recepção incluiu ainda a mostra de duas imagens do fotógrafo luso-americano Martim A. Meirelles, ‘The Boat Painter’ e ‘Rope’, que esteve no evento.
    O actor Pedro Carmo, da telenovela ‘A Única Mulher’, actualmente em transmissão na TVI, a actriz Margarida André (que declamou Luís Vaz de Camões), a pintora Isabel Pavão e o ilustrador Nelson Ribeiro, do grupo Marvel em Nova Iorque, estiveram igualmente na Chelsea Arts Tower.