NEWARK, NJ | “Os Portugueses em New Jersey” na Biblioteca Pública de Newark

    1371

    FS e George S. Hawley

    O livro Os Portugueses em New Jersey, recentemente publicado na área de Newark, passou nos últimos dias a constar entre os livros de consulta da Biblioteca Pública da cidade, na Washington Street.

    No âmbito de acordos que levaram a Biblioteca Pública de Newark a ceder imagens históricas da cidade para publicação no livro, o seu autor  Fernando dos Santos esteve naquela biblioteca a entregar exemplares para futura consulta por estudiosos da presença portuguesa neste estado americano.
    Os livros foram recebidos pelo Dr. George S. Hawley, bibliotecário supervisor daquela instituição pública, e podem ser consultados na secção de New Jersey da biblioteca.
    Com mais de 500 páginas, o livro foi posto à venda quarta-feira, dia 17,  sendo o primeiro a debruçar-se sobre a história da presença portuguesa em New Jersey.
    O volume é o resultado de quatro anos de investigação próxima e de um longo acompanhamento da comunidade portuguesa deste estado por parte do autor, Fernando dos Santos, que durante mais de três décadas foi chefe da redacção do jornal Luso-Americano, publicado em Newark, NJ.
    Para além dos primeiros dias da presença portuguesa em New Jersey graças aos contactos comerciais do século 18 entre a vizinha Filadélfia e portos portugueses e, posteriormente, pelos atractivos comerciais e industriais da também próxima Nova Iorque, o autor refere ainda a história das principais comunidades portuguesas de New Jersey, das suas instituições, das suas empresas  e do seu envolvimento político ao nível de municípios, condados e do estado.
    Como complemento ao seu estudo sobre a presença portuguesa em New Jersey, o autor sintetiza também a intervenção política de luso-americanos noutros 17 estados da União americana (Alasca, Arizona, Califórnia, Colorado, Connecticut, Flórida, Geórgia, Hawaii, Luisiana, Maryland, Massachusetts, Nova Iorque, Novo México, Pensilvânia, Rhode Island, Carolina do Sul e Virginia) e ao nível do governo federal.
    O livro contém ainda inúmeras referências e tabelas estatísticas sobre a emigração portuguesa para os Estados Unidos  recorrendo, do lado americano, quer aos censos populacionais quer às publicações do Homeland Security Department e, do lado de Portugal, ao Instituto Nacional de Estatística.