NEWARK | Empresário português em Nova Iorque vai levar grupo de hotelaria para o Ironbound

    1350

    Carvi New Jersey

    O Ironbound, onde está concentrada uma das maiores presenças portuguesas na Costa Leste dos Estados Unidos, vai acolher aquela que se crê seja a primeira unidade de hotelaria no bairro – pelo menos em todo o seu período contemporâneo. A construção do ‘Carvi Newark’ deverá arrancar “em Junho deste ano”, adiantou em primeira mão ao bissemanário LUSO-AMERICANO o seu proprietário, Alfredo Pedro.

    O ‘boutique’ hotel vai ocupar uma área de 70 mil pés quadrados na Monroe Street, com alongamento para a Lafayette, ficando com a sede da TAP Portugal na América do Norte como vizinha. A arquitectura do projecto está a cargo de uma firma de Newark, a Comito Associates PC.

    O empresário português, que se formou em engenharia no Prats Institute de Nova Iorque, conta que a ideia de construção do hotel partiu dos irmãos António e Albano Seabra, de New Jersey, com actuação no ramo alimentar, a quem vai alugar o espaço para a exploração do ‘Carvi’ Newark. “O hotel vai ter 94 quartos, incluindo 5 suítes, e entre estas uma ideal para noivos recém-casados, com ambiente romântico”, detalha.

    As infra-estruturas do ‘Carvi’ Newark incluem ainda uma sala de conferências para meia centena de pessoas, dois bares (um no lóbi e outro no último andar, com vista para Nova Iorque) e um café.

    “A receptividade das autoridades locais é muito positiva, até porque o hotel vai criar postos de trabalho na região e gerar riqueza”, afirma Alfredo Pedro, que prevê para “meados de 2015” a inauguração da unidade de hotelaria.

    O empresário também aposta na proximidade de Newark para com Nova Iorque, o centro urbano mais importante do país, assim como na extraordinária rede de transportes da cidade. “Outra mais-valia que vamos explorar é a riqueza gastronómica do Ironbound e dos seus restaurantes portugueses”, acrescenta.

    O empresário, que é natural de Évora, está radicado há várias décadas nos EUA. Fez carreira em Manhattan na área de restauração e possui ainda o conhecido espaço gastronómico luso-brasileiro ‘Ipanema’, na 46ª Rua de Manhattan. Abriu o primeiro hotel na ‘Grande Maçã’, o ‘Ipanema Chalet’, para depois apostar no grupo ‘Carvi’ (cuja designação nasce da junção dos nomes próprios dos seus dois filhos, Carlos e Vítor), ao qual se incorporam duas unidades, uma em Manhattan e outra no Algarve.

    “A expansão do ‘Carvi’, a longo prazo, deverá passar por mercados como o de Miami”, diz, a terminar.