New Jersey “Devils” e União dos Clubes Portugueses de NJ celebram herança portuguesa

    979

    NJ

    Como parte do seu projecto de ligação às comunidades nas quais estão inseridas, o New Jersey Devils leva a efeito no próximo dia 31 de Janeiro o “Portuguese Heritage Day.”

    Trata-se do obrigado dos Devils à comunidade portuguesa pela apoio que dão à equipa durante o ano.

    A equipa de hóquei sobre o gelo entregou a organização do evento à União dos Clubes Portugueses de New Jersey que irá organizar, no decorrer do encontro com o Flórida Panthers, um festival português que irá coincidir com o encontro.

    “Vai ser uma forma também de mostrar aos Devils que a comunidade portuguesa apoia a equipa e tem cultura para mostrar,” referiu Fernando Grilo, Presidente da organização multi-associativa, ao Luso-Americano.

    “Deram-nos cerca de 400 bilhetes para vender e até agora já vendemos cerca de mil. Os portugueses de New Jersey estão com os Devils,” disse Grilo que aposta numa manifestação portuguesa colorida e dignificante.

    “Vamos poder contar com o rancho floclórico “A Eira” que irá actuar duas vezes e também com os Bombos da Casa do Minho, Eduardo Marques, Pepita Cardinali, a Banda de Nossa Senhora de Fátima e ainda outras surpresas musicais, disse Fernando Grilo.

    O “Portuguese Heritage Day” terá ainda uma portuguesa, Margareth de Jesus, a cantar o Hino Nacional dos Estados Unidos e várias manifiestações culturais que visam mostrar um pouco de Portugal aos cerca de 17 mil assitentes que vão esgotar o Prudential Building no próximo dia 31.

    “Temos o PAPA a fazer a guarda de honra e vamos fazer homenagem pública a dois portugueses que perderem a vida ao serviço das forças armadas americanas. Não vamos deixar créditos por mãos alheias e vamos deitar mãos à obra para mostrar o que é Portugal e os portugueses e mais. Mostrar que não estamos ali apenas para justiticar uma nacionalidade mas também a nossa lealdade ao clube de New Jersey uma vez que os portugueses de New Jersey torcem pelos “Devils” com muitas centenas nas bancadas em cada jogo da equipa em casa,” concluiu Fernando Grilo.