Morreu Moniz Pereira, símbolo do atletismo português, que amava como ninguém

    1338

    Atletismo: Mário Moniz Pereira

    A história da vida de Moniz Pereira, noventa e cinco anos “bem vividos”, confunde-se com a do atletismo, que amava como ninguém, e também com a do fado. Mesmo depois de fazer “quatro vezes vinte mais dez”, como gostava de dizer, manteve o sorriso de felicidade e citava o refrão do fado que o celebrizou: “Valeu a pena”.

    • Para mais pormenores, ASSINE a edição online. Ou compre a edição impressa de 4ª feira, 3 de Agosto de 2016.