Morreu condutora que provocou a morte de Carlos Carvalho

1425

jennifer

Morreu na quinta-feira da semana passada, Jennifer Sahoye, de Rahway, a condutora que no passado mês de Outubro provocou a morte do luso-americano Carlos Carvalho, 58 anos de idade, de Elizabeth, em acidente de viação.
Não são de todo conhecidas as causas da morte da condutora, que se encontrava em liberdade a aguardar julgamento, mas tudo indica tratar-se de uso excessivo de drogas.
Conforme na ocasião o Luso-Americano deu a conhecer, Carlos Carvalho conduzia a sua carrinha  em direcção a sul na estrada 1&9, perto da entrada para a estrada 78, em Newark,   quando esta foi abalroada pelo veículo conduzido por Jennifer Sahoye que se dirigia de norte para sul na referida estrada e que ultrapassou a faixa expresso para a faixa local. A carrinha em que seguia o português capotou com o impacto e Carlos Carvalho foi projectado para o exterior do veículo tendo morte imediata.
Segundo foi apurado a condutora, que tinha a carta de condução suspensa, estava a enviar mensagens de texto quando abalroou a viatura conduzida pela vítima.
Jennifer Sahoye, 35 anos de idade e mãe solteira de um filho de 9 anos, tinha uma longa história de má condução, com mais de uma dúzia de faltas a tribunal. Em liberdade sob fiança de $75 mil, seria a primeira pessoa a ser julgada em New Jersey por homicídio veicular causado por “texting”, enfrentando a pena de 10 anos de prisão.