Ministério público pede dois anos de prisão para Neymar

    957
    Neymar

    Neymar

    O ministério público espanhol pediu esta semana dois anos de prisão para o futebolista brasileiro e cinco para o ex-presidente do FC Barcelona Sandro Rosell por actos de corrupção e fraude na contratação do jogador, que alinhava no Santos.

    • Para mais pormenores, ASSINE a edição online. Ou compre a edição impressa de 6ª feira, 25 de Novembro de 2016.