Mariano Barreto assume comando da selecção da Etiópia

    977

    Mariano Barreto

    O treinador português Mariano Barreto foi o escolhido para organizar todo o futebol da selecção da Etiópia com vista ao Mundial de 2018, disse o técnico à chegada a Lisboa.

    Mariano Barreto revelou ter já assumido o compromisso há cerca de 15 dias, mas apenas na terça-feira é que este foi oficializado.

    “Recebi o convite, há cerca de três semanas, para organizar todo o futebol etíope com vista ao Mundial de 2018, desde os sub-17 até aos seniores. Serei uma espécie de ‘manager’ de todo o futebol das selecções etíopes até aos seniores”, disse o técnico, que chegou hoje a Portugal, depois de ter estado na Etópia para formalizar o acordo.

    Mariano Barreto referiu ainda que, apesar de o seu trabalho ser com vista ao Mundial de 2018, assinou, por opção própria, um contrato válido até 2016, ficando com opção por mais dois anos.

    “A Etiópia acabou por ser eliminada para o Mundial de 2014 apenas no ‘play-off’ pela Nigéria, pelo que já tem um bom trabalho efectuado, que quero dar continuidade”, referiu o técnico, adiantando que pretende ainda apostar na formação dos jovens jogadores, numa estratégia de colocação em vários países da Europa.

    Inicialmente renitente em aceitar o convite, Mariano Barreto disse ter mudado a sua opinião quando conheceu agora um pouco melhor o país, actualmente composto por mais de 90 milhões de habitantes.

    Actualmente com 57 anos, Mariano Barreto acumula passagens como treinador principal pelos clubes portugueses do Marítimo e da Naval, enquanto no estrangeiro já orientou o AEL Limassol (Chipre), o Recreativo Libolo (Angola), o Al-Ahli (Barém) e o Al-Qadisiya (Arábia Saudita), além de ter orientado o Gana em 2003/2004.