Mais de 8 centenas de convivas participaram no aniversário do rancho folclórico da Casa dos Arcos

    1764

    IMG_0241

    O Rancho Folclórico da Casa do Concelho dos Arcos de Valdevez celebrou no passado sábado o seu quinto aniversário com uma festa que juntou na Casa Seabra, na cidade de Newark, mais de 8 centenas de convivas. Na celebração do evento marcaram presença várias individualidades entre elas o Mayor da cidade de Newark Ras Baraka, o vereador do Bairro Leste Augusto Amador e vários representantes de clubes e associações portuguesas. De Portugal deslocou-se propositadamente uma comitiva que incluiu o presidente da autarquia dos Arcos de Valdevez, José Manuel Esteves, o vereador Fernando Cabodeira e uma equipa da Rádio Valdevez que transmitiu o evento em directo para todos os ouvintes espalhados pelo mundo. De referir também a presença de representantes das Casas do Concelho dos Arcos em Paris e Lisboa, respectivamente Perfeito Dias e Daniel Sousa.

    Momento alto das festividades foi a actuação dos dois ranchos da casa, primeiro o Rancho Infantil Juventude Arcuense e depois o rancho adulto, que levaram ao rubro a assistência com duas excelentes actuações. A festa contou ainda com a animação musical do Duo Primavera e do artista Chris Ribeiro que incendiou a assistência com melodias cantaroladas por todos os presentes, o que atesta bem sobre a popularidade do mesmo.

    Mário Caldas, presidente da Casa dos Arcos agradeceu “a presença de todos que contribuíram para o grandioso sucesso do aniversário do Rancho”, e lembrou “as enormes jornadas de Portuguesismo que se viveram hoje em Newark”. Tony Brito um dos fundadores do Rancho, referiu “o folclore como grande motor de promoção da cultura e tradições portuguesas”, lançando o repto “para que os pais continuem a levar os seus filhos aos ensaios do rancho pois assim as tradições e a cultura Portuguesa podem manter a sua presença na nossa comunidade”. Martinho Domingues, o outro fundador do rancho lembrou “o papel importante dos patrocinadores que tornaram possível este grande evento”.

    No seu discurso o presidente da autarquia dos Arcos, referiu a “pujança da comunidade e a forma como é respeitada na comunidade”, concluindo “ hoje existem mais Arcuenses espalhados pelo mundo do que nos Arcos de Valdevez, mas a forma como se integraram na sociedade de acolhimento é um orgulho para todos e mostra bem o carisma e a força de vontade das nossas gentes”.

    A grandiosa festa prolongou-se pela noite dentro numa grande manifestação de Portugalidade.