Luso-americano Pedro Santos considerado o estudante do ano do NJIT

    846

    Pedro

    Pedro Santos é um jovem de 22 anos de idade, que acaba de ser considerado estudante do ano na prestigiosa universidade técnica NJIT (New Jersey Institute of Technology).

    Nascido nos Estados Unidos filho de José e Anabela Santos dois imigrantes da área de Arruda dos Vinhos, Pedro desde sempre sonhou com uma carreira técnica, “ o meu pai é mecânico e o meu irmão é Engenheiro civil, foram eles a maior influência para que optasse por uma carreira nesta área”, adiantando de seguida, “a entrada no NJIT deu-se naturalmente e sabia que tinha que trabalhar bastante pois o grau de dificuldade nessa escola é bastante elevado somente cerca de 19% dos alunos conseguem terminar o curso nos 4 anos estipulados e eu felizmente graças a muito trabalho consegui isso com um GPA de 4.0”.

    Essas qualificações são resultado dos ensinamentos que recebeu,” os meus pais são portugueses e tenho muito orgulho nas minhas raízes, visito Portugal frequentemente e recebi deles aquilo que considero ser o mais importante, determinação , espírito de sacrifício e uma atitude positiva, sem isso não seria possível ter atingido esse patamar”.

    No futuro o Pedro que reside em North Arlington recebeu já propostas de várias empresas ainda esta indeciso “ tenho oportunidade de ir trabalhar como engenheiro civil já recebi propostas de uma grande empresa, mas como tenho também formação em Finanças, trabalhar na Wall Street pode ser uma opção. Para já estou determinado a terminar a minha licenciatura em Maio e depois logo se vê”.

    A base do sucesso requer sacrifícios, “ foram quatro anos intensos, em que estudei a tempo inteiro. Muitas vezes vi o meu pai levantar-se para ir trabalhar às seis da manha e isso dava-me ainda mais motivação para estudar e aplicar-me mais e mais”.

    Como Português de segunda geração Pedro faz uma analise curiosa do seu feito, “ adoro ser Português e tenho muito orgulho disso, mas reconheço que como somos minorias por vezes temos dificuldades e falta de conexões para maiores sucessos. Conhecer pessoas e ter conexões é bastante importante e um grande complemento para os muitos talentos que existem, muitas vezes ser bom estudante não chega também é importante quem conhecemos e com quem lidamos, para isso torna-se fundamental sermos activos e sairmos do nosso circulo, quanto mais conhecimentos temos mais sucesso podemos alcançar”.

    Continuar os estudos também está nos planos do Pedro, “quero tirar o meu MBA” e com um brilho no olhar adianta ”quem sabe se surge a oportunidade de fazer um intercâmbio em Portugal, adoraria ter essa experiência para juntar ao meu currículo”.

    Pedro Santos um jovem e um exemplo de determinação e vontade de triunfar