Luso-americana com raízes transmontanas faz carreira no grupo televisivo MTV Networks

1213
A jovem profissional luso-americana junto ao logotipo de um dos canais a que está ligada, o VH1

 

 

IMG_7821

Nasceu em Port Jefferson Station, na região nova-iorquina de Long Island, e é filha de emigrantes de Calvão, Chaves, a luso-americana que desempenha em Manhattan as funções de ‘Senior Digital Research Analyst’ no conglomerado Viacom (Video & Audio Communications).

O gigante Viacom, com sede em Nova Iorque, detém o grupo MTV Networks – que, por sua vez, engloba canais televisivos como Comedy Central, Spike, Knickelodeon, VH1 e CMT (este orientado para a música ‘country’; Jennifer Duque está ligada aos dois últimos.

“As minhas funções vinculam-me à componente digital dos canais, nomeadamente no que diz respeito a portais na internet, ligações telefónicas e aplicações”, explica a jovem, formada em marketing e gestão. “Para além de investigação, sou responsável por fazer chegar tanto ao VH1 como ao CMT, informação sobre a expansão e actividade de ambos no sector das novas tecnologias.”

Filha dos emigrantes António e Nelida Duque, de Calvão, arredores de Chaves, nos EUA desde 1983, Jennifer fez os estudos liceais no Newfield High School, em Long Island, fazendo depois Letras numa escola superior local até optar por seguir marketing e gestão na Long Island University; entretanto passou igualmente um semestre na Pace Uni-versity, na baixa de Manhattan. “Comecei a trabalhar para o grupo MTV Networks há 5 anos, depois de me ter candidatado a uma posição de estagiária na área de ‘corporate digital research’”, conta Jennifer Duque. “Acabei por ser contratada no final do estágio.”

Dois anos depois, era transferida da administração para as vertentes musicais do grupo (VH1 e CMT). Duque considera as novas tecnologias e as redes sociais “tão importantes, hoje em dia, como as audiências. É um mercado que cresce de forma muito sólida e é nele que estou envolvida.”

A luso-americana, que se expressa com facilidade em português, também lembra que “saber mais que uma língua para além do inglês, só ajuda.” Há três anos, e paralelamente às suas funções no grupo MTV, Jennifer Duque resolveu começar a dar formas a um sonho “que é, em parte, resultado da minha vivência como luso-americana.” E criou uma telenovela, ‘Entre a Guerra e o Amor’, onde descreve a trajectória de uma jovem – ‘Joana’ – que, tendo nascido e crescido em Nova Iorque, resolve um dia ir para Portugal à procura das raízes.

“Na Europa descobre a paixão da sua vida, um homem pelo qual, mercê do destino, terá de amar e lutar”, avança.

Jennifer Duque garante que a sua telenovela, que apresenta num esboço detalhado com 20 páginas, reúne todos os ingredientes para ter êxito. A luso-americana quer agora levar o projecto a Portugal e apresentá-lo a produtoras de TV que o queiram desenvolver.