LONG ISLAND, NY | Senador Jack Martins abre escritório de representação em Mineola

    982

     

    DSC09630O senador estadual luso-americano Jack Martins, que dá voz em Albany a cerca de 350 mil habitantes do Distrito Eleitoral 7 do estado de Nova Iorque, abriu em Mineola o seu escritório de representação. O espaço está localizado no número  252 da Mineola Boulevard, junto à Washington Street – no coração daquela que é a sede administrative do condado de Nassau. Martins, que mantém ainda um escritório principal em Albany – no edifício onde funciona a Assembleia Legislativa do estado, estava anteriormente em Garden City Park.

    “A mudança justifica-se por forma a estarmos mais perto dos nossos constituintes, tanto portugueses como americanos”, disse o senador em entrevista ao jornal LUSO-AMERICANO. “Aqui convivemos mais de perto com a comunidade em geral, auscultamos os seus anseios e também temos acesso a uma rede de transportes mais eficaz – para além até de estarmos mais perto das várias funções governamentais do condado e do município.”

    Jack Martins lembra ainda as ligações históricas que o mantêm a Mineola, onde começou tanto a carreira de advogado, como a sua trajectória política: aqui se fez primeiro vereador, aqui fundou o New Line Party e em Mineola chegou a presidente da Câmara. “Esta localidade tem uma importância vital não só para mim como até para a minha família, tendo sido palco de grande parted das funções que tenho exercido”, sublinha o legislador estadual.

    A equipa de trabalho do senador inclui 6 elementos a tempo inteiro e colaboradores em regime parcial, “todos preparados para darem assistência aos moradores do distrito; para além de promovermos plataformas para chegarmos a novas leis”, diz Martins, “damos resposta a todo o tipo de questões a nível estadual e encaminhamos as pessoas para os canais federal e local, quando tal é necessário”.

    O escritório de representação está aberto de segunda a sexta-feira (“e muitas vezes aos fins-de-semana”, acrescenta o senador), entre as 8:30 da manhã e as 5:30 da tarde; “recebemos e damos vazão a dezenas de telefonemas e e-mails por dia”.

    Entre os seus funcionários, está a luso-americana Amanda Salgado, que se expressa em português – à semelhança do próprio senador. “Em suma, estamos sempre de portas abertas para todas as pessoas”, conclui Jack Martins.

    O senador também se prepara para a sua reeleição para um terceiro mandato, o que acontecerá nas eleições de Novembro próximo. “Estamos a meio de uma luta, isto é sempre dificil, de dois em dois anos passamos por esta fase. Este ano temos uma luta talvez um pouc mais difícil, porque a pessoa que se candidatou tem meios e posses pessoais, para além de acesso a fontes de dinheiro para investir na sua campanha. De forma que temos que nos preparar. Estamos prontos, a campanha está elaborada, vai ser um esforço significativo – TV, rádio, correio. Campanha porta-a-porta, nas estações de comboio, etc.”, revela, apontando para Setembro o arrancar da campanha.

    A terminar, afirmar ter “orgulho” no facto de poder, uma vez mais, contar “o apoio da comunidade portuguesa, que é de extrema importância.”