LINDEN, NJ | Um quintal onde os legumes desafiam as alturas

    1071

    Quintal 3

    Os tomateiros e os feijoeiros já vão nos 17 pés de altura, os pepineiros já a ultrapassaram, os pimenteiros não vão tão alto mas não lhes ficam muito atrás. E não só crescem para cima mas também para os lados, proporcionando uma horta em que há de tudo um pouco, com os seus frutos de grandes proporções e em quantidades impressionantes.

    Trata-se do quintal da residência do Joaquim Rolo, em 111 Palisade Road, em Linden, onde recentemente houve a oportunidade de constatar que assim assim é.

    Já o tínhamos feito no ano passado, o quintal estava melhor que neste ano, segundo Joaquim Rolo. “Uma das razões é a falta de tempo, isto requer muito trabalho e muita dedicação e este ano não me foi possível tratar da horta em condições”.

    Mas não é só isso, ainda de acordo com Joaquim Rolo. “O estrume também é fundamental, o que é preparado por mim. Ao longo do ano vou recolhendo num caixote alguns produtos como cascas de batatas, borras de café, casca de fruta e de ovos, e outros, o que depois de fermentado os legumes gostam muito”

    Seja como for o certo é que no quintal do Joaquim Rolo é tudo em grande, sendo mesmo necessário atar alguns produtos para que não caiam devido ao peso,

    Na pesagem dos maiores tomates notou-se alguma diferença relativamente ao ano passado, o que também pode ser pelo facto de ter chovido menos: uma libra e 13 foi o melhor deste ano, no ano anterior foi uma libra e 19.

    Mas o Joaquim Rolo não se dedica só ao quintal, como também à pesca. “Este ano não tenho tido muita sorte”, diz o pescador, mas há que esperar por dias melhores. Também aqui a sua actividade, construção civil, não lhe deixa muito tempo livre, limitando-se às vagas que vão surgindo.

    Entre peixe, legumes e dedicação ao quintal decorre um período que se bem aproveitado contribui para a satisfação pessoal e uma vida mais salutar.