Líder da oposição declarou- se Presidente Interino da Venezuela

634

 

Donald Trump já veio a público apoiar Juan Guaidó que se auto-proclamou Presidente Interino.
Nas últimas manifestações em Caracas há a registar pelo menos 4 mortos e mais de 50 feridos.

“Levantemos a mão, hoje 23 de Janeiro, na minha condição de presidente da Assembleia Nacional e perante Deus todo-poderoso e a Constituição, juro assumir as competências do executivo nacional, como Presidente Encarregado da Venezuela, para conseguir o fim da usurpação (da Presidência da República), um governo de transição e eleições livres”, disse.

Foi assim que Juan Guaidó começou por fazer referência a vários artigos da Carta Magna venezuelana e fez os manifestantes jurarem comprometer-se em “restabelecer a Constituição da Venezuela”.

Por outro lado, dirigiu-se ao Presidente Nicolás Maduro, sublinhando que “aos que estão a usurpar o poder, digo, com o grito de toda a Venezuela: vamos insis- tir até que regresse a água e o gás, até que os nossos filhos regressem, até conseguir a liberdade”.

Donald Trump já reconheceu a legitimidade de Juan Guaidó, numa mensagem divulgada na conta de Twitter da Casa Branca, tal como o fez a Organização dos Estado Americanos, através do seu presidente.

• Para mais pormenores, ASSINE a edição online. Ou compre a edição impressa de 6ª feira, 25 de Janeiro de 2019.