KIKA MAGALHÃES | Actriz portuguesa vai contracenar com Stephen Baldwin na película ‘Tapestry’

1788

826773_orig

Dar vida a ‘Grace’, a mulher do personagem de Stephen Baldwin em ‘Tapestry’, vai mudar o rumo da vida e da carreira de Kika Magalhães. Pelo menos essa é a convicção da actriz nortenha, natural de Vila Nova de Famalicão. Em entrevistá exclusiva ao jornal LUSO-AMERICANO, a intérprete dramática conta ter sido convidada para o elenco da longa-metragem de Ken Kushner depois de ter feito o papel de protagonista noutro projecto cinematográfico – ‘City of Gold’, do conceituado Gus van Sant (cujo nome está associado a filmes como ‘Good Will Hunting’ e ‘My Own Private Idaho’).

“Vai ser incrível”, reconhece a actriz, referindo-se a ‘Tapestry’, que tem data de estreia agendada para 12 de Dezembro de 2014 e filmagens a arrancarem em Fevereiro – de acordo com o portal IMDB.

Stephen Baldwin é um dos conhecidos irmãos Baldwin de Long Island, NY, que tem na carreira trabalhos como ‘The Flintstones’ e ‘Viva Rock Vegas’. No elenco estão ainda Tina Louise, Burt Young e G. Paul Salvetti.

A actriz, hoje aos 29, confessa ter sempre sonhado com a profissão do faz de conta. “Acabei por estudar cinema, por ser tímida, na Universidade Independente em Lisboa”, conta. “Mas sempre a fazer workshops de teatro e representação.”

Foi figurante e teve “pequenos papéis” em séries como ‘Morangos com Açúcar’ e ‘Diário de Sofia’. Acaba por sair do país e passar anos de vivência em Londres e Madrid; foi em Espanha que “tive aquele clique e percebi que era mesmo ser actriz o meu destino.”

Atravessa o Atlântico rumo a Nova Iorque, onde resolve aperfeiçoar-se como na Neighborhood Play-house.

“Impecavelmente” adaptada à Grande Maçã, não descarta a hipótese do seu caminho como actriz passar um dia por Los Angeles. Por ora também trabalha na eliminação do sotaque, missão que acredita estar já cumprida.

Kika Magalhães também prefere a Sétima Arte à TV, mas diz estar aberta a todos os tipos de propostas.