Já está na internet a loja de produtos portugueses www.portuguesebasket.com

3384

Picture 10

Pedro Pires nasceu em Newark e já colocou na internet uma iniciativa sem par nas comunidades, que é fazer chegar a todo o lado, os mais diversos produtos e artigos da diáspora. “Enchidos, bacalhau, sopas, doces,” temos de tudo para quem vive fora do circuito regular dos mercados portugueses,” diz Pedro Pires empenhado num projecto que coloca a custo zero em casa do cliente o que se vende em Newark e noutras comunidades servidas pelas redes de supermercados portugueses. “Há pessoas na Flórida que têm de conduzir duas horas para ir ao Seabras em Deerfield Beach e connosco podem receber através do USPS ou do UPS o que quiserem sem terem de pagar “shipping” a partir de 40 dólares. A diferença é apenas de 30% sobre o que habitualmente pagam em Newark ou Elizabeth e isso compensa o trabalho e a gasolina,” afirma.

Um dos objectivos é reunir o maior número possível de produtos e artigos e neste momento o site apresente cerca de uma centena e meia de artigos. “São os mais procurados, desde os enchidos de todo o género passando pelos doces, os queijos e o bacalhau,” O site tenciona alargar a sua actividade a outros produtos e artigos como, porcelanas e vestuário. “Temos sido contactados por empresas portuguesas que querem usar o site para vender os mais diversos artigos e nós estamos abertos a preencher um espaço português com tudo o que os portugueses mais gostam” afirma Pedro Pires. “Tenho de agradecer ao António Seabra a confiança depositada e o seu apoio muito útil,” refere o jovem que aconselha a juventude portuguesa e investir o seu tempo e o seu futuro em iniciativas que passem pela diáspora portuguesa. “Vamos alargar a muitos campos, desde o turismo a formas de investimento e Portugal tem muito para dar ás comunidades. Vamos aceitar qualquer pedido que qualquer português em qualquer lado deste País pretenda ter em sua casa,” sublinha.

Pedro Pires tem 21 anos, é estudante em part-time e adquiriu muita experiência na loja de desporto onde trabalha a meio tempo. “Vender coisas portuguesas tem sido uma grande experiência para mim,” conclui. O site www.portuguesebasket.com., permite o pagamento através de Paypal, Visa e MasterCard após um registo do cliente. “Não se surpreendam quando receberem encomendas e lá dentro vá um miminho. É preciso cativar o interesse e ganhar a confiança das pessoas.” No site são visíveis alguns rostos públicos como o Chefe Capote e o jornalista Luis Pires, pai de Pedro Pires. “O meu pai gosta das coisas portuguesas e apoia-me a 100% e o Carlos Capote também me incentivou por estar sempre a dizer que devemos apoiar cada vez mais as coisas portuguesas,” diz. Quanto aos vinhos portugueses, Pedro Pires refere o interesse de alguns distribuidores interessados em colocar vinhos portugueses na net. “Tenho amigos nesse sector e vamos decerto construir um link entre o Portuguese Basket e algum desses sectores.”

O Portuguese Basket começou a ser ideia numa das últimas presenças do jovem na Flórida, um pouco longe de Deerfield Beach. “Queria bacalhau e não tinha e o cozido à portuguesa sem enchidos não é cozido,” refere com um sorriso. O maior fornecedor do Portuguese Basket é o Grupo Seabras mas também existem outros. “Estamos a trabalhar com os fornecedores quem têm melhor serviço nas suas áreas de acção. Há presunto de 10 libras a $58 dólares mas se o cliente quiser um “Pata Negra” de 45 libras, esse custa $1.750 dólares,” diz Pedro Pires que pretende alcançar todos os tipos de cliente. “As conservas de qualidade, os doces, queijo da serra e de S, Jorge, são artigos nos quais aposto porque os portugueses têm saudades da nossa comida.” O armazém da nova empresa online está localizado no 274-278 Congress Street em Newark e o director informático é o português Tony Couto.