Já começou a guerra aos traficantes que entram com indocumentados através das fronteiras americanas

    1007

    Coyotes

    No primeiro mês da Operação Coiote, o ICE prendeu 192 “coiotes” ou engajadores – traficantes que trazem imigrantes ilegais para os Estados Unidos. Além disso, as autoridades apreenderam $625 mil de 288 contas bancárias de organizações de tráfico de drogas e de pessoas. Ao todo, 501 imigrantes indocumentados viajavam com os traficantes e também foram presos.

    Os números foram divulgados pelo secretário de Segurança Nacional (DHS), Jeh Johnson. O ICE e a unidade de pesquisas de Segurança Nacional (HSI) lançaram a operação no dia 23 de Junho e vai durar 90 dias.

    O alvo da operação é o combate ao tráfico de pessoas na região de Rio Grande (Texas), por onde milhares de crianças, adolescentes e mães transportam os filhos menores vindos de países da América Central. Nos últimos dez meses, a entrada de crianças indocumentadas por aquele área da fronteira chegou a quase 60 mil. Se os números continuarem a subir o governo teme que a chegada dos menores indocumentados supere os 150 mil até 2015.

    Um porta-voz da administração americana foi bem clara quando afirmou que o governo não vai permitir que indocumentados continuem a atravessar a fronteira. “As nossas fronteiras não estão abertas para a imigração ilegal e, se vêm da América Central, da Guatemala, Honduras ou El Salvador, vamos enviá-los de volta”, afirmou.

    Washington já disse que estão a ser estudadas vias para acelerar os processos de deportação. E os esforços já mostram resultados. O tempo de demora das repatriações dos adultos que entram na América com crianças caiu de 33 para 4 dias. Desde o dia 14 de Julho, o governo tem enviado entre seis a 10 voos diários para os países da América Central, levando os indocumentados de volta para seus países de origem.

    Outra prova de que o trabalho estaria dando certo é que durante as últimas semanas o governo constatou uma queda na detenção de imigrantes irregulares e de menores desacompnhados. Nas duas primeiras semanas deste mês, a apreensão de menores imigrantes indocumentados na zona do vale do Rio Grande caiu da média diária de 355 (registrada em junho) para 150.