Illinois emite 14 mil cartas de condução a indocumentados

    1934

    Illinois

    O estado de Illinois emitiu 14 mil cartas de condução para imigrantes indocumentados em apenas dois meses. Autoridades do estado acreditam que, se a procura continuar, os números podem ser maiores do que o esperado durante o primeiro ano em vigor da lei que aprovou a emissão do documento.

    O porta-voz da secretaria de estado, Ernesto Martinez, disse que se a procura continuar o estado terá que abrir gabinetes de apoio adicionais para processar todos os pedidos.

    “Os números são impressionantes. Já atendemos 24 mil pessoas e emitimos 14 mil cartas de condução, a maioria das quais nos 23 escritórios da área metropolitana de Chicago”, disse Martinez.

    Todos os dias, entre 20 mil a 30 mil pessoas telefonam para saber como podem obter a licença, e cerca de 4 mil marcações são feitas por telefone para os testes escrito e prático, de acordo com Martinez.

    Em alguns casos, imigrantes que ainda respondem em processos nos tribunais devem esperar um ano antes de se candidatarem a uma carta em Illinois.

    Quando a lei foi aprovada, as autoridades calculavam que pelo menos 250 mil motoristas conduziam sem carta de condução no estado de Illinois, dos quais 90% eram mexicanos.

    Entretanto, o governo estadual afirma que está preparado para atender 500 mil pessoas. As carteiras emitidas no estado são válidas por três anos. O documento é o mesmo usado por diplomatas, artistas e atletas que vivem temporariamente na cidade sem número do seguro social.

    A carteira é usada apenas para conduzir e não é aceite como documento de identificação. O documento também não oferece nenhum tipo de benefício imigratório.

    De acordo com a Safe Drive Coalition, ONG que luta pelos direitos do imigrante em conduzir nos Estados Unidos, actualmente os seguintes estados americanos oferecem a carta de condução aos imigrantes indocumentados: Washington, Utah, Novo Mexico, Califórnia, Colorado, Illinois, Maryland, Nevada, Vermont e Connecticut. A capital dos Estados Unidos, Washington D.C. e o território de Porto Rico também oferecem o mesmo benefício.