Há burlões que telefonam em nome do IRS a pedir-lhe que pague dívidas

    819

    IRS

    Há pessoas que telefonam, sobretudo a cidadãos idosos a quem pedem que regularizem dívidas para com o IRS. A situação começa a ser alarmante e as autoridades estão a emitir comunicados a alertar os cidadãos para que tenham cuidado com mais uma fraude.

    As autoridades advertem o público dizendo que os criminosos continuam a utilizar sofisticados golpes telefónicos para atrair, sobretudo idosos a quem solicitam pagamentos atrasados e ameaçando-os com cortes nas reformas se não pagarem.

    “Um número de idosos relatou ter recebido chamadas telefónicas ameaçadoras de pessoas que afirmam ser agentes do IRS.”

    As autoridades informam que as falsas chamadas do IRS geralmente têm como alvo os idosos, dizendo-lhes que devem regularizar impostos e se não pagarem imediatamente via cartão de crédito ou transferência bancária, serão presos, perdem a carta de condução ou sofrem outras sanções financeiras.

    “Para qualquer um, mas especialmente para os cidadãos seniores, é uma experiência muito assustadora”, disse o comissário Steven Rogers, de Nutley.

    “Os contribuintes precisam de saber que o IRS nunca pede números de cartões de crédito por telefone, nem solicita o número de um cartão de débito ou transferência bancária.”

    As autoridades solicitam ao público em geral que espalhe a notícia da fraude de forma a ajudar os cidadãos mais vulneráveis, mais idosos, sobre a fraude.

    Os golpistas podem ter a informação dos últimos quatro dígitos de segurança social dos consumidores que contactam e nos telefones das vítimas pode constar o nome IRS, parecendo ser uma chamada telefónica verdadeira.

    Muitas vezes, os burlões enviam emails às vítimas como forma de apoio às suas chamadas telefónicas.

    Depois de ameaçarem as vítimas com penas de prisão ou revogação da licença de condução, os scammers desligam o telefone ao mesmo tempo que outros ligam fingindo serem agentes de polícia ou do Motor Vehicles, continuando a ameaçar as vítimas.

    As pessoas que receberem chamadas telefónicas deste género devem contactar a polícia de imediato ou contactar o IRS através do número 1-800-829-1040.