EUA | Um activista português, muitas causas e um selo

1202

“Este selo é, para mim, um gesto simbólico de reconhecimento aos meus esforços para dar a conhecer ao mundo alguns grandes humanistas como Aristides de Sousa Mendes, João XXIII, Luís Martins de Sousa Santas e outros”, afirma o activista português João Crisóstomo, em declarações ao jornal LUSO-AMERICANO. O emigrante de Torres Vedras reagia assim à decisão dos Correios de Israel, sob proposta da International Raoul Wallenberg Foundation, de emitirem um selo comemorativo a evocar a sua pessoa.

• Para mais pormenores, ASSINE a edição online. Ou compre a edição impressa de 6ª feira, 19 de Janeiro de 2018.