ESTADOS UNIDOS | 1.º livro de culinária do chefe George Mendes com lançamento em Outubro

    1147

     

    71vyzMZrWjLIntitula-se ‘My Portugal – Recipes and Stories’ o primeiro livro de culinária do chefe de cozinha luso-americano George Mendes; escrito em parceria com Genevieve Ko, a obra de capa dura chega às livrarias de todo o país a 7 de Outubro, com a chancela da editora nova-iorquina ‘Stewart, Tabori & Chang’.

    ‘My Portugal’ já pode sr encomendado no portal Amazon, na internet, ao preço de $24.92.

    O proprietário e chefe de cozinha do restaurante ‘Aldea’, em Manhattan, revela no livro os dez pratos da culinária lusa a não perder quando se está em Portugal, incluindo ainda 125 receitas da cozinha portuguesa – do tradicional ao moderno. Entre elas o ex-libris do ‘Aldea’, o arroz de pato, pastéis de bacalhau e camarão à Moçambique.

    O livro propõe que os seus leitores, numa ida a Portugal, não deixem de passar pela Cervejaria Ramiro (Lisboa), Cervejaria da Esquina (Lisboa), Pastéis de Belém (Lisboa), A Grade (Porto), restaurante Casa Vidal (Águeda), Casa do Povo (Ferreirós do Dão), restaurante ‘O Chico’ (São Manços), Adega Vila Lisa (Mexilhoeira Grande) e restaurante Vila Joya (Albufeira).

    George Mendes nasceu em Danbury, Connecticut, filho de emigrantes de Ferreirós do Dão, na zona de Gouveia; em 2011 figurou na lista dos ‘Melhores Novos Chefes’ do país da revista ‘Food & Wine’ e é presentemente o único cozinheiro de origem portuguesa na América do Norte com 1 estrela Michelin.

    Num artigo publicado recentemente pelo influente diário ‘The Wall Street Journal’, George Mendes revela já ter estado em Portugal “pelo menos uma meia dúzia de vezes”, enquanto criança e já adulto. Mas foi a deslocação em Julho de 2013, para a elaboração do livro, aquela que mais terá marcado o chefe – segundo ele. “Andámos por Portugal durante dez dias, de carro, numa rota fora do convencional, eu e a co-autora do livro, e fomos a restaurantes que só os locais frequentam”, conta.

    Mendes terá sido o chefe que mais projectou a comida de influência portuguesa em Nova Iorque, com um restaurante que é presença assídua na imprensa da cidade e mesmo na nacional. Na sua última passagem por Manhattan, para uma deslocação ao Ground Zero, foi no ‘Aldea’ que o presidente Aníbal Cavaco Silva escolheu almoçar.