Estádio dos “Bears” custa à cidade de Newark um milhão de dólares ano

    1192

    Bears

    Em Newark, a maior cidade de New Jersey, onde mais de um quarto da população vive na pobreza, o Estádio dos Bears é encargo anual para a cidade em cerca de 1 milhão de dólares, por ter perdido o seu único inquilino.

    O Estádio custou 34 milhões de dólares ao erário público e foi concebido como um pilar de desenvolvimento na cidade mais populosa do estado, quando abriu em 1999, ainda sob a administração de Sharpe James.

    Os Bears viram a sua receita descer e por conseguinte as despesas a aumentar, daí o processo de falência que se seguiu. Ficam assim cerca de 2 milhões de dólartes de dívidas para serem pagas pela cidade e pelo Condado de Essex, a acrescentar aos 94 milhões de dívida da cidade, o que deverá levar o estado a intervir nas finanças públicas da nova administração.

    Harrison, New Jersey, do outro lado do rio Passaic, também se sente prejuidcada pelo investimento que fez na construção do estadio dos Red Bulls, o qual ainda não gera receitas consideradas suficientes.

    O encerramento do estádio dos Bears é o mais recente golpe numa cidade onde o desenvolvimento até não tem sido negativo.

    Em Newark, 28 por cento da população vive abaixo do nível de pobreza, em comparação com cerca de 10 por cento em todo o estado, de acordo com o Census Bureau. O rendimento familiar médio é de 34,400 dólares, inferior a metade da média do Estado. Em Newark registaram-se 111 homicídios em 2013, o maior número desde 1990.

    As autoridades locais continuam entretanto optimistas e discutir outras opções sobre o futuro a dar ao estádio.

    O Baseball em Newark começou a ser praticado antes da Guerra Civil. Desde aí a cidade já recebeu várias equipas das ligas menores. Os Bears aderiram à Liga Internacional antes da Segunda Guerra Mundial. Em 1936, a cidade tornou-se casa do Eagles, uma equipa da Liga Negra.

    Em 1950, a franquia dos Bears foi vendida ao Chicago Cubs, que se mudou para Springfield, Massachusetts. O ex Yankee Rick Cerone reformou a equipa em 1998, e o estádio foi inaugurado no ano seguinte.

    Quando foi construído, o estádio dos Bears foi a estrutura mais cara das Ligas menores com excepção de um campo em Rochester, New York, segundo dados compilados pela Bloomberg. .

    A estrutura tem capacidade para 6200 pessoas e atraiu uma média de 453 adeptos nos jogos dos Bears segundo o site do independente Can-Am League.

    Resta agora saber que destino dar ao complexo do Riverfront.