Embaixador dos Estados Unidos em Portugal promove “Harley Davidson”

    1282

    SHERMAN

    O embaixador americano Robert Sherman participou no encontro nacional das motos Harley-Davidson, no início de uma original campanha de esclarecimento sobre o Acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento, mais conhecido pela sua sigla em inglês, TTIP.

    “Se queremos ser ouvidos, temos que o ligar a um produto americano e se é para fazer barulho, nada melhor que uma Harley-Davidson para isso”, disse o embaixador.

    O Acordo, cujas negociações decorrem entre a União Europeia e os Estados Unidos e deverá finalizar-se no próximo ano, é o tema mais importante da agenda na área do comércio da administração do Presidente Obama, segundo afirmou.

    O embaixador fez uma volta pelo Alentejo durante dois dias para sensibilizar os portugueses para o futuro Acordo, o qual, disse ao Expresso, trará benefícios concretos a Portugal. Até ao final de novembro, deslocar-se-á a outros pontos do país.

     

    “Com o TTIP, abrir-se-ão os mercados”

    O embaixador norte-americano Robert Sherman guiou uma Harley-Davidson em Évora e disse sentir-se muito feliz com a oportunidade.

    Para já, foi o ponto de arranque. Se queria barulho, foi garantido. Eram cerca de 300 participantes, vestidos a rigor, e Robert Sherman e a mulher, que o acompanhou, não pouparam nos adereços, confundindo-se na multidão de fãs da mítica moto americana, que também tem em Portugal não poucos adeptos.

    Depois da concentração em Évora dos motoqueiros, seguiu-se um percurso até a uma herdade próxima de Alcácer do Sal, onde houve um almoço. “Com o TTIP, abrir-se-ão os mercados e poderemos ver mais vinho alentejano nos Estados Unidos e talvez mais Harley-Davidson nas estradas de Portugal”, disse aos participantes.

    No dia seguinte o diplomata americano foi acompanhado na volta pelo secretário de Estado para os Assuntos Europeus, Bruno Maçães e um administrador do AICEP.

    Sherman, natural de Boston, MA., foi nomeado embaixador em Portugal este ano.