ELIZABETH, NJ | Tiveram início as celebrações do Dia de Portugal

    808

    Portugal 15

    O primeiro evento, a habitual Noite Cultural que inaugura a série de actividades constantes no respectivo programa, decorreu no passado dia 26 de Março no Salão dos Arcos da Igreja de Nossa Senhora de Fátima, de Elizabeth, muito bem participado e com uma vasta variedade de temas que melhor deram a conhecer a cultura e os costumes portugueses.

    A cerimónia, conduzida por Tony Reis, foi iniciada com os hinos nacionais cantados por Diana Mendes. Usaram da palavra vários oradores nomeadamente o presidente da Comissão do Dia de Portugal, Jubilo Afonso, o “Mayor” Bollwage e o Cônsul de Portugal, Pedro Oliveira, que com breves palavras, como é habitual, realçou o significado deste evento e das celebrações do Dia de Portugal, elogiando a Comissão que as está a levar a efeito.

    O ponto principal nesta Noite Cultural foi a imposição das faixas aos Marechais da Parada deste ano, que as irão usar, e exercer as funções que lhes são inerentes, até à tomada de posse dos novos Marechais para 2015, os quais vão ser eleitos no início do próximo ano e receberão as faixas por esta altura.

    O advogado e Vereador Manny Grova Jr., pessoa bem conhecida e influente na comunidade portuguesa e na cidade de Elizabeth, de onde é natural, foi a personalidade eleita pela Comissão do Dia de Portugal para ‘Grand Marshal’ em 2014.

    Para Marechal Honorário foi eleito Vito Tropetano, detective no Departamento da polícia de Elizabeth e bem relacionado com a comunidade portuguesa.

    O título de Marechal a Título Póstomo foi atribuído a Carlos Martins, profissional na carreira bancária que faleceu com 50 anos de idade. O respectivo galardão foi entregue nesta noite aos filhos Sérgio e Filipe.

    Outro dos objectivos nesta Noite Cultural foi divulgar a cultura, usos e costumes portugueses, o que em parte foi feito por meio de exposição de cartazes evocativos dos sons musicais em Portugal, desde o fado à música popular passando pelo rock, pelas tunas e pelo folclore.

    Outra forma de divulgar os produtos portugueses foi a prova de vinhos expostos pelo restaurante Sol Mar e companhia AIDIL, que também deu a conhecer e a provar o Licor Beirão.

    A apresentação dos enchidos, presuntos e outros produtos idênticos esteve a cargo do supermercado Caseiro e Bom, onde não faltaram provadores junto da sua bancada.

    Entre o serviço de coquetel volante servido pelo restaurante Sol Mar que os convivas iam saboreando, também se iam conquistando novas amizades e estabelecendo o convívio que estas oportunidades proporcionam, enquanto de uma ou outra forma se consolidava o conceito patriótico que as celebrações trazem à tona.

    A Noite Cultural deste ano terá sido uma das que contou com mais presenças, com mais diversidade de assuntos e talvez com mais temas de interesse.

    O Dia de Portugal em Elizabeth celebra este ano o seu 36º aniversário na sua actual configuração (antes era celebrado de forma diferente), sendo o mais antigo no estado de NJ.