ELIZABETH, NJ: Secretária de Estado visitou o PISC e a Igreja de Nossa Senhora de Fátima

    1109

    PISC 3

    A Secretária de Estado dos assuntos Parlamentares e Igualdade de Género, Dra. Teresa Morais, visitou as instalações do Portuguese Instructive Social Club (PISC) e a Igreja de Nossa Senhora de Fátima na tarde do último sábado.

    A visita teve início no PISC onde a Secretária de Estado era esperada pelo Cônsul de Portugal Pedro Oliveira, por elementos da direcção da colectividade, pela Deputada Maria João Ávila, Vereador Manny Grova, ‘Freeholder’ Sérgio Granados, o director da escola Amadeu Correia, João Pereira, e outras individualidades.

    Presente na recepção esteve também uma delegação do Clube Português de Long Branch com o seu presidente, e professoras das escolas Amadeu Correia e Clark (Susana Gonçalves e Carla Silva), Sport Clube Português e Clark (Lúcia Lopes e Vitória) e escola Lusitânia, de Long Branch (Raquel Rosa).

    A primeira fase do programa consistia num encontro com professores e dirigentes escolares, o que não se realizou devido à pouca participação, apesar de todas as escolas terem sido convocadas, de acordo com o responsável pela coordenação.

    Seguiu-se a visita à escola Amadeu Correia, à Biblioteca e ao Museu do PISC, o que a Dra. Teresa Morais seguiu atentamente tentando inteirar-se de todos os pormenores.

    Assinar o Livro de Honra do PISC foi o acto que se seguiu, após o qual foi servido um Porto de Honra e trocadas impressões sobre a colectividade, a comunidade e sobre as celebrações do Dia de Portugal.

    A visita terminou com um lanche e um breve convívio sem protocolos mas com manifestações de agrado por parte da ilustre visitante.

    Seguiu-se a visita à Igreja de Nossa Senhora de Fátima onde a Secretária de Estado assistiu a parte da missa e foi depois recebida no salão pelos Párocos Nuno e João Carlos, e um considerável número de pessoas que saudaram a sua chegada, com quem conviveu e com quem trocou impressões.

    Trata-se de uma visita que certamente vai constar nos registos históricos tanto do PISC como da Igreja. Mas trata-se também da visita de um membro do governo português que vai ficar bem vincada pela simpatia, pela simplicidade e pela forma afável que cativou quem lidou de perto com a Dra. Teresa Morais.