ELIZABETH, NJ | ‘Pignic’ com lotação esgotada e mais de três centenas de leitões consumidos

    943

    Leitão 14

    Decorreu na tarde de domingo o tradicional “Pignic” anual que mais uma vez foi ponto de encontro para centenas de pessoas que não perdem este evento que faz parte desde há já uns anos do calendário de actividades da Igreja de Nossa Senhora de Fátima, de Elizabeth.

    Trata-se de um piquenique com características diferentes dos convívios do género que normalmente são realizados em relvados ao ar livre. A diferença fundamental está no facto de este decorrer em recinto fechado e bem fresquinho, e a ementa principal ser leitão bem regado com champanhe, o que lhe dá a designação de “Pignik”. Quem não gosta de leitão tem o frango de churrasco ou outra variedade culinária.

    O salão “The Arches” da Igreja de Nossa Senhora de Fátima foi o local onde mais uma vez decorreu o “Pignik” e onde 330 pessoas, salão cheio, passaram uma tarde de autêntica festa.

    O almoço começou com uma excelente cabidela após a qual começaram a ser preparadas as tesouras para as tarefas que iriam seguir-se.

    Em simultâneo preparava-se também a parte cómica que dá beleza à festa e é esperada com alguma expectativa, a procissão dos leitões. Com as operações a serem coordenadas pelo Padre Nuno, na hora aprazada foi dada ordem para o chefe de cada mesa se dirigir ao local onde se encontravam os leitões bem alinhados, e aí está o desfile com cada participante a transportar a travessa com o bácoro loirinho em exibição.

    Depois começa o serviço de corte onde os menos preparados nesta matéria entregam o seu “bichinho” para ser retalhado por profissionais, enquanto os mais experientes mostram a sua arte na própria mesa.

    Como normalmente acontece todos os anos desta vez os leitões voltaram a ser oferecidos por pessoa que manteve o anonimato.

    Feitas as contas, os 330 participantes consumiram nada mais nada menos que 34 leitões, o que dá uma excelente média.

    Também como é habitual o serviço foi do restaurante Valença, que mais uma vez foi alvo dos melhores elogios. A música para dançar esteve a cargo do Xtreme DJs.