ELIZABETH, NJ | Fundador do Elizabeth Youth Soccer Club conta como tudo começou

    942

    Untitled-1

    Uma das organizações da comunidade portuguesa na cidade de Elizabeth que nos meios desportivos, nomeadamente o futebol, mais se dedica à juventude, celebrou recentemente 20 anos de existência. Não foi um começo fácil sobretudo por falta de meios, como explica um dos seus fundadores, Jack Aresta, mas os obstáculos foram ultrapassados e dos 40 jovens jogadores com que a organização deu os primeiros passos, o número actual ultrapassa as duas centenas e meia.

    Trata-se do Elizabeth Yout Soccer Club, de seu nome original, hoje Clube Desportivo de Jovens INSF-PISC, o que passou a ter efeito no Outono de 2012 após uma parceria estabelecida com o Portuguese Instructive Social Club (PISC).

    Refira-se, contudo que, de acordo com Jack Aresta, a organização não teve início na data em que o aniversário é assinalado, mas sim uns anos antes.

    Nos anos de 1980, 81 e 82 já havia futebol na antiga Igreja, mas nessa altura as coisas não estavam tão organizadas embora já lá existisse uma equipa” disse Jack Aresta.

    Mas foi a partir daqui que este desporto começou a criar mais entusiasmo, até que em 1993 em grupo de rapazes com 16 anos de idade foram falar com o Padre João para saberem se haveria possibilidades de usar o ginásio para treinarem e praticarem este desporto, assim como para solicitar apoio.

    Foi então que o Padre João convidou um grupo de pais para uma reunião em que participaram cerca de 10 pessoas, onde o referido pároco deu a conhecer que haveria todo o apoio da parte da Igreja sublinhando que “a Igreja está aqui para ajudar a juventude”, e passou-se à nomeação de alguns pais para constituir uma comissão sendo os principais responsáveis Joaquim Aresta, José Bento e Márito Ventura.

    Ao fim de dois anos de actividade já havia 40 crianças a jogar futebol, altura em que surgiu novo pedido para formar um clube de jovens, tendo sido criado o Club de Jovens de Nossa Senhora de Fátima, e formada a primeira direcção que ficou assim constituída: Presidente, Joaquim Aresta; Vice-presidente, António Carvalho; Secretária, Maria Moroso; Tesoureira, Rosa Connel; Assistente de tesoureira, Lídia Maio (e outros de que o nosso interlocutor, Joaquim Aresta, já não se recorda).

    O novo clube foi-se expandindo e dois anos depois já havia 60 crianças a jogar futebol. Em 1997 a organização passou a ser presidido por Jaime Lopes, altura em que começaram a surgir novas dificuldades não só devido à falta de campos como também de uniformes. Iniciada uma campanha de angariação junto do comércio local, o primeiro equipamento foi oferecido pela firma Fátima Construction, exemplo que foi seguido por outras casas comerciais. Para angariação de fundos começaram a ser realizadas festas na Igreja, entre as quais uma matança do porco oferecida pelo ex-árbitro Serapião Reis.

    No que respeita a campos o problema também foi resolvido graças à colaboração do Departamento de Recreio da cidade de Elizabeth, do Board of Education e do Condado de Union.

    A seguir a Jaime Lopes o clube passou a ser presidido por Manuel Dias, actualmente tem como presidente uma senhora, Maria Almeida, no cargo há 10 anos.

    Por ocasião do seu 20º aniversário, celebrado no passado dia 5 de Abril, o Clube Desportivo de Jovens INSF-PISC conta com 254 jogadores registados que constituem 16 equipas dos 5 aos 18 anos de idade, algumas das quais femininas, orientadas por um grupo de 36 treinadores devidamente credenciados com o respectivo curso, de que fazem parte mulheres.

    Uma organização em franco desenvolvimento e por onde já passaram muitas centenas de jogadores que aqui se iniciaram nesta modalidade desportiva.