Concurso do Vestido de Xita reúne uma dezena de concorrentes

    1283

    DSC_5230

    Zeca Santos deu este ano sequência à tradição do vestido de xita em Newark, New Jersey.

    Reuniu uma vez mais cerca de uma dezena de jovens vestidas a rigor e levou a efeito mais uma iniciativa alusiva ao tecido que foi famoso em Portugal durante várias décadas no século passado.

    A cor alegre e bem definida imortalizou o tecido que já foi barato e que a sociedade portuguesa usou, sobretudo nas festas populares dos bairros típicos lisboetas. A grande maioria dos vestidos de xita eram confeccionados pelas próprias raparigas.

    A tradição tem-se mantido em Newark com a festa do vestido típico que uma vez mais Zeca Santos organizou no Clube Ferreirense, na Main Street.

    Cerca de centena e meia de pessoas esteve presente para apreciar e aplaudir as jovens que desfilaram no palco daquele clube do Ironbound.

    “Esta é uma iniciativa original que continuo a manter viva de Newark e que deixa claro que a tradição se mantém no agrado do público há mais de 20 anos”, disse Zeca Santos que vive com entusiasmo aquele evento.

    O júri, formado por João Bernardes, Corina, Fati Molina, Júlia Pereira e Ricardo Jerónimo, teve alguma dificuldade em escolher a rainha do vestido de xita, a jovem Jessica que recolheu a maioria dos aplausos do público presente no Clube Ferreirense.

    O primeiro lugar coube a Jessica, do Portuguese Sporting Club de Perth Amboy, o segundo lugar a Raquel, do Rancho Barcuense, e o terceiro a Tiffany, do Sport Newark e Benfica.

    Os parabéns a Zeca Santos pelo sucesso da iniciativa que bem poderia ficar perdida no tempo, não fosse o seu empenho e determinação.