Christie em maus lençóis

1013

Zimmer

A Mayor de Hoboken Dawn Zimmer, confirmou ter-se reunido com Procuradores Federais no passado domingo, um dia após ter acusado elementos da administração Christie de a terem alegadamente ameaçado de não receber apoios na sequência do furacão “Sandy,” se não aprovasse um projecto imobiliário importante para o Governador. Chris Christie está assim em maus lençóis, dias após ter sido desvendado um eventual escândalo já chamado de “Bridgegate.” As declarações de Zimmer aconteceram com Christie na Flórida, a participar em várias cerimónias de angariação de fundos para o seu Partido. A Mayor de Hoboken esteve reunida durante várias horas com os Procuradores a quem entregou a sua agenda pessoal e outros documentos. Um porta-voz de Christie já desmentiu as acusações de Zimmer que afirma ter sido contactada pela “Governadora-Adjunta” Kim Guadagno que lhe teria entregue “uma mensagem pessoal de Christe” para que aprovasse o projecto imobiliário ou se esquecesse dos fundos da “Sandy”. Após as acusações de Zimmer feitas na televisão, a Mayor Zimmer recusou mais tarde fornecer detalhes mais elaborados sobre o contacto efectuado por Guadagno, mas disse estar disponível para colaborar inteiramente no inquérito que as autoridades federais vão efectuar. O Procurador Paul Fishman já ordenou a abertura de um inquérito ao encerramento parcial da George Washington Bridge, sob alegações de pressão sobre o Mayor de Fort Lee. Esta acção, que durou quatro dias em Setembro do ano passado, causou o caos nos acessos à Ponte e teria mesmo contribuido para a morte de uma mulher. A Mayor de Hoboken foi o rosto mais visível no decorrer do passado fim de semana quando afirmou na CNN que altos funcionários da administração Christie lhe teriam dito para “se apressar no projecto Rockeffeler, por este ser muito importante para o Governador.” Estes funcionários teriam dito que