Christie à frente de Rand Paul e Jeb Bush na preferência republicana em New Hampshire

    947

    Christie

    As hipóteses presidenciais de Chris Christie Perspectivas já brilham no estado de New Hamphsire, considerado crítico para as Presenciais de 2016.

    Contudo, a história poderá ser diferente se Mitt Romney entrar na corrida.

    Uma sondagem levada a cabo a semana passada pelo WMUR Granite State Poll , os residentes em New Hampshire – onde se realiza a primeira eleição primária presidencial do país – mostra Christie à frente de todos os candidatos possíveis para a nomeação republicana para presidente em 2016.

    Christie surge com 19 por cento dos votos, seguido do senador Rand Paul EUA de Kentucky (14 por cento) e do ex-governador da Flórida Jeb Bush (11) e ainda de Marco Rubio da Flórida e do Governador de Louisiana Bobby Jindal, todos com 5%.

    Na cauda encontram-se o senador Ted Cruz do Texas com 3%, o Gov. Rick Perry com 2% e o senador Rob Portman, de Ohio cada um com 1 ponto.

    A meses das primárias do Partido Republicano nenhum candidato declarou oficialmente se era ou não candidato e tudo parece estar em aberto.

    Na sondagem agora publicada Christie – cuja administração tem sido assolada por várias investigações – incluindo o escândalo de George Washington Bridge – é saltar para trás em New Hampshire. Os 19% de New Hampshire é maior do que uma outra sondagem registada em Abril, logo após a controvérsia da ponte.

    Christie, presidente da Associação dos Governadores republicanos, visitou New Hampshire numa viagem de angariação de fundos para o Partido Republicano, devendo regressar àquele estado com os mesmos objectivos no próximo dia 31 de Julho. Ainda assim, os residentes no estado parecem preferir Romney. O ex-governador de Massachusetts, que perdeu a eleição presidencial de 2012 para Barack Obama, tem dito repetidamente que não tem planos de se candidatar em 2016. Mas se o fizesse, Romney levariaa melhor sobre Christie numa margem de 39-7 por cento, de acordo com a pesquisa agora divulgada.

    No lado democrata, Hillary Clinton continua favorita Clinton – a ex-primeira-dama, e senadora dos Estados Unidos por New York e ex-secretária de Estado – está na frente da preferência popular com 59% de vantagem.

    N distante segundo lugar encontra-se o vice-presidente Joe Biden com 14 por cento, seguido por da Sen. Elizabeth Warren de Massachusetts (8 por cento).

    Mas ainda estamos longe das eleições e das decisões dos chamados elegíveis que, por ainda ser cedo não se chegaram à frente.

    Há que reunir consensos políticos e financeiros, estebeleer metas e programas e imaginar se existem ou não possibilidades de virótia. Os contribuintes, por sua vez, é que vão decidir em que cavalo vão apostar.