Centenas de pessoas preocupadas com clima de insegurança em Newark

973

IMG_2200

Na passada quinta-feira decorreu na Casa Seabra uma reunião comunitária onde o crime e a segurança foram os temas principais. Entre mais de 300 pessoas, representantes da policia de Newark, nomeadamente o “Deputy director ”Dominick Saldida, “Deputy Chef “Joseph Tatela e o capitão da 3ª esquadra Richard Perez, e ainda Michael da Silva. A classe política esteve representada pelo vereador Amador que organizou a reunião, a presidente do concelho Municipal Mildred Crump, vereador do bairro Norte e candidato à presidência da autarquia Aníbal Ramos, para além da Legisladora estatal Eliana Pintor Marin. Ras Baraka não esteve presente devido a morte do seu pai, mas Elizabeth Rastreio em sua representação referiu: ”Ras Baraka reconhece que a segurança é fundamental e esta disposto a debater medidas com os residentes”. Depois do capitão Richard Perez ter apresentado resultados relacionados com o crime no Ironbound em 2013, onde se notaram aumentos na ordem dos 30% em relações a furtos agravados e invasão de propriedades com intenção de cometer crimes, foi realçado o facto da 3ª esquadra ultrapassar os limites do Ironbound. Augusto Amador lançou depois o apelo a uma cooperação da população com a reduzida força policial: “precisamos da ajuda da polícia e a polícia precisa da nossa ajuda, como comunidade precisamos de dar o exemplo e de trabalhar em conjunto”. Depois a secção foi aberta aos residentes que um a um apresentaram relatos de inúmeras situações de roubos, assaltos à mão armada, roubos de automóveis e arrombamento de casas entre outros, com os residentes a perguntarem abertamente medidas para controlar o aumento de criminalidade e violência no bairro, pois essa onda de crime está a afectar a qualidade de vida e também a solvência económica de cada proprietário no Ironbound que cada vez mais sente dificuldades em alugar apartamentos. O momento foi também aproveitado pelos candidatos a vereadores no bairro leste, Jonathan Seabra e Luís Correia para apresentarem o seu ponto de vista com Correia a realçar a necessidade de colocar os 98 elementos do “police specials” nas ruas para patrulhamento, para além de outros pontos que aumentaram a tensão na sala. A qualidade de vida também esteve em destaque, com Amador a pedir uma maior e mais interventiva presença da polícia em relação ao estacionamento duplo junto a bares, “ à pouco tempo houve tolerância zero para os residentes em relação a duplo estacionamento, a policia deve ter tolerância zero para carros estacionados em parque duplo junto a bares”, referiu. No final o vereador lançou um apelo todos os residentes para que formem “Block Watch”: ”temos que colaborar com a força policial, temos que trabalhar em conjunto, para defender os interesses do nosso bairro, mesmo com mais polícias temos que estar unidos para combater esta onda de criminalidade e estar atentos e alerta e os residentes devem ser parte da solução”.