Casal americano de New Jersey continua impedido de viajar de Portugal para os Estados Unidos por causa do seguro

    925

    spratts

    Tal como o Luso-Americano noticiou na edição do passado dia 14 de Agosto, os Spratts estavam de férias em Portugal quando Kim deu à luz gémeos, quatro meses antes do tempo. Um deles morreu e o outro só pode regressar aos Estados Unidos num transporte especial que o seguro não paga. “É completamente surreal”, dizem.

    Os Spratts vivem em New Jersey e foram de férias à Europa, uns meses antes da data prevista para os filhos nascerem. Mas os gémeos nasceram cedo demais, quando o casal estava em Portugal. Um dos bebés morreu de imediato, mas o outro resiste num hospital.

    Acontece que para regressarem aos Estados Unidos o bebé precisa de um transporte especial e estão há cerca de 100 dias à espera…

    Resta-lhes esperar que a bebé cresça mais um pouco para viajar em avião normal ou então que a campanha de financiamento iniciada na GoFundMe traga resultados.

    É uma situação humanitária muito complicada que conta com a ajuda dos portugueses nas redes sociais.

    A questão do seguro impede assim o casal de dar seguimento às suas vidas.