Bruno de Carvalho admite que golo de Slimani foi precedido de fora de jogo

    1028

    Bruno de Carvalho

    O presidente do Sporting admitiu segunda-feira que o golo de Slimani, que deu a vitória sobre o FC Porto, da 23.ª jornada da Liga de futebol, foi precedido de fora de jogo de André Martins.

    “O Sporting não tem problemas em admitir que o lance do golo foi precedido de um fora de jogo de André Martins”, disse Bruno de Carvalho, que procurou, com recurso a imagens, demonstrar que era “muito difícil de analisar”, como, de resto, se prova pelo facto de especialistas da arbitragem “não terem sido unânimes” em relação ao lance em causa.

    Não obstante a admissão, Bruno de Carvalho fez questão de vincar: “Pegar neste lance e compará-lo com erros graves que têm prejudicado o Sporting na Liga é tentar transformar e deturpar as coisas. O Sporting podia ter acabado a jogar contra oito jogadores do FC Porto. Aos 55 minutos, o Abdoulaye podia ter visto o cartão vermelho por falta sobre Mané, tal como Danilo, aos 68, por falta sobre o Capel”.

    O presidente “leonino” vincou que o Sporting não fala apenas quando é prejudicado, mas também quando é beneficiado: “Até à 22.ª jornada, tivemos cinco decisões graves a favor e 13 contra, o Benfica teve 11 a favor e sete contra e o FC Porto teve 11 a favor e seis contra. A classificação, nessa altura, daria o Sporting na liderança com 55 pontos, seguido do Benfica com 54 e do FC Porto com 46.

    Depois de escalpelizar, um a um, os jogos em que o Sporting foi beneficiado por erros dos árbitros, Bruno de Carvalho ressalva, porém, que “em quase todos os jogos em que a equipa foi beneficiada venceu por mais de um golo”.

    “Nada fará parar a nossa luta pela verdade desportiva”, reiterou o presidente dos “leões”, para quem as propostas que o clube avançou para a reforma do futebol português “são fundamentais”, a despeito de algumas delas “carecerem de autorização da FIFA”.

    Aproveitou, ainda, o presidente do Sporting para “louvar” o facto de terem alinhado no jogo com o FC Porto “dez jogadores da formação de Alvalade”, oito do lado dos “leões e dois do lado dos portistas, Quaresma e Varela, e a atitude da massa adepta “leonina”, que “aplaudiu de forma unânime” a saída de Helton de campo após a grave lesão que sofreu.

    A propósito deste episódio, que demonstra “o comportamento exemplar de ‘fair-play´ que deve ter um clube como o Sporting”, independentemente “das queixas legítimas” que lhe assistem, recordou o que se passou no Dragão, aquando da visita dos “leões”, em que o guarda-redes Rui Patrício foi desrespeitado com cartazes na bancada a invectivá-lo.